Topo

"Eu quase arrebentei a cara dela", afirma Gabi Prado após briga com Nadja

Reprodução/PlayPlus
Gabi Prado se exalta ao falar com Evandro Santo sobre Nadja Pessoa Imagem: Reprodução/PlayPlus

Manoela Ferreira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/10/2018 20h30

Na noite desta quarta-feira (10), Ana Paula e Evandro Santo tiveram uma nova discussão, que envolveu a falta de água da casa. Enquanto brigavam, Nadja Pessoa acusou a jornalista de ser homofóbica. Gabi Prado se descontrolou com a afirmação da empresária e  pediu para Evandro não compactuar com isso.

A ex-participante do "De Férias com o Ex" foi atrás do humorista na área externa da casa. "Não deixa essa mulher falar que a Ana Paula é homofóbica porque você sabe que ela não é. Por que você tá deixando essa car**** dessa mulher falar um negócio desse? Essa mulher está completamente louca, ela não foi homofóbica em nenhum momento com você. Agora você vai aplaudir esse tipo de mulher que fica falando coisa que não aconteceu? Até quando você vai deixar? Eu quase arrebentei a cara dela. Agora vou perder R$ 1,5 milhão por causa de uma mulher dessa do car****"?, gritou Gabi, chorando.

Evandro se defendeu e disse que não acusou Ana Paula de ser preconceituosa: "Eu sei que ela não é homofóbica. Eu falei o que eu acho, eu não controlo o que a outra pessoa fala. A minha briga com Ana Paula é direta, eu não falei isso. Eu tava brigando, nem estava ouvindo o que estava acontecendo".

Dentro da sede, Nadja continuou afirmando: "Ela é homofóbica, ela pega no pé dele desde sempre". "Ela pega no pé porque não deu certo", rebateu Catia, tentando apaziguar. Depois de conversar com Evandro, Gabi chamou a atenção de Fernanda Lacerda, ao dizer que a peoa "passa a mão" na cabeça de Nadja.

"Eu quase perdi esse programa por causa de uma mulher dessa, que você fica do lado. Se você não levantar, se o Caique não levantar, se o Evandro não levantar, ela não tem coragem. Era do Evandro e da Ana Paula [a briga]. Isso pra mim é justiça, é de ver o que está certo e o que está errado", finalizou a brasiliense.

Reprodução/PlayPlus
Imagem: Reprodução/PlayPlus

Gabi Prado teve de ser contida

Após ouvir Nadja Pessoa chamando Ana Paula Renault de homofóbica, Gabi Prado entrou na discussão aos gritos e teve de ser contida pela jornalista.

"Você cala a po*** da sua boca, que ela não é homofóbica. Você cala a sua boca, você não sabe o que você tá falando. Que inferno, para de comprar a briga que não é sua, eu tô cansada de você. Ela não é homofóbica", disse a brasiliense.