PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Ex de Eduardo Costa se muda e diz não ter como pagar aluguel de R$ 2,5 mil

Lília Araújo entrou na justiça contra Eduardo Costa para reajustar valor de pensão - Reprodução/YouTube
Lília Araújo entrou na justiça contra Eduardo Costa para reajustar valor de pensão Imagem: Reprodução/YouTube

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

22/10/2018 18h14

Lília Araújo, ex-namorada de Eduardo Costa que entrou na Justiça para tentar reajustar o valor da pensão da filha do casal, deixou o apartamento em que vivia após ser notificada por falta de pagamento. 

A vendedora afirma não ter conseguido arcar com despesas do imóvel, como IPTU e condomínio –o aluguel custava R$ 2,5 mil. O valor total da dívida acumulada em dois anos não foi revelado.

“Já entreguei o apartamento, mas a dívida ainda existe. Fui obrigada a me mudar por não conseguir pagar”, contou ela ao UOL. Mãe e filha deixaram o imóvel e, segundo Lília, estão morando na casa de familiares em Bom Despacho (MG).

Lília e Costa se conheceram em Belo Horizonte, em 2001, e chegaram a morar juntos, mas se separaram quatro anos depois.

A ex do cantor recebe dez salários mínimos de pensão alimentícia --o equivalente a R$ 9.540-- que, segundo ela são insuficientes para custear despesas da filha, como escola, aulas de canto, inglês, natação e pilates. Na Justiça, ela pede o reajuste desse valor.

“Esse valor eu recebo desde que ela tinha 4 anos de idade. As necessidades de uma criança de 4 anos não são as mesmas de uma de 12 anos. Eu não vou privar a minha filha de fazer as atividades que ela gosta, sendo que o pai tem condições de ajudar", afirma Lília, que diz ter feito um acordo com o sertanejo quando estavam juntos de deixar a faculdade e o antigo emprego para se dedicar integramente à filha.

Uma audiência foi marcada para a última quinta, mas Eduardo Costa não compareceu.

“Ele não tem interesse de fazer acordo. Eduardo Costa quer protelar ao máximo. Ele podia ter ido à audiência, mas preferiu visitar o presidenciável”, diz Rodrigo Pereira, advogado de Lília, se referindo ao vídeo publicado pelo sertanejo com o candidato Jair Bolsonaro dias antes.

Procurada, a assessoria do cantor disse que Costa “não esteve presente na audiência agendada, porém foi devidamente representado por seus advogados de acordo com a possibilidade que a legislação processual civil lhe garante.”

Sobre o fato da ex e de sua filha terem sido obrigadas a deixar a casa por falta de pagamento, a assessoria disse que não iria comentar o assunto.

Ataques nas redes sociais

Lília Araújo disse ter sofrido ataques nas redes sociais após ter revelado publicamente a ação contra o cantor e por ter dito, durante entrevista a Antonia Fontenelle, no YouTube, que não trabalhava

Ao UOL, Lília explicou que trabalha como consultora de uma marca de cosméticos e revendedora de uma empresa de produtos de plástico para complementar a renda. “É uma renda extra, não chega a um salário mínimo, mas já ajuda em umas despesas”, afirma.

Famosos