Topo

Televisão


Após ataques e boicote, Fernanda Lima "fecha" comentários no Instagram

João Miguel Júnior/TV Globo
Fernanda Lima sofre ataques nas redes sociais Imagem: João Miguel Júnior/TV Globo

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

07/11/2018 18h34

Após uma sequência de ataques e xingamentos, Fernanda Lima decidiu encerrar nesta terça (6) o campo de comentários em seu perfil no Instagram, que conta com mais de 3,6 milhões de seguidores. A apresentadora e o seu programa na Globo, "Amor & Sexo", viraram alvo até de uma tentativa de boicote promovido por internautas críticos à pauta da atração.

No Twitter, o nome de Fernanda Lima chegou à lista de assuntos mais comentados nesta quarta (7). São centenas de xingamentos de cunho pessoal e  questionamentos ao programa, que discute sexo e comportamento.

No programa desta terça, Fernanda Lima fez um duro discurso contra o conservadorismo e avisa que "a revolução está apenas começando".

"Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chamam de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca. Se levamos a fama, vamos sim deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagem desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de forças da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta está apenas começando. Preparem-se porque essa revolução está apenas começando." 

A apresentadora reagiu publicando mensagens de anônimos e famosos, como Preta Gil, Kefera, Monica Iozzi e Maria Casadevall, elogiando o seu discurso no programa.

Procuradas pelo UOL, Globo e Fernanda Lima não responderam até a publicação da reportagem.

Segundo o colunista Ricardo Feltrin, "Amor & Sexo" tem registrado baixa audiência em várias regiões do Brasil. Para o crítico, a "onda conservadora" que se espalha pelo país está entre os motivos.

Nesta terça, "Amor e Sexo" registrou 11 pontos de média na Grande São Paulo (cada ponto equivale a 71,8 mil domicílios na região). No dia 23 de outubro, em que tratou da estrutural atual da família brasileira, o programa teve sua pior média (9,4 pontos). Para efeito de comparação, a atração marcou 15,9 pontos na estreia da 10ª temporada, no ano passado.