PUBLICIDADE
Topo

Televisão

"Não dá pra condenar mulher por traição e relevar um homem", diz Sophie

Sophie Charlotte no lançamento de "Ilha de Ferro" no Rio - Wallace Barbosa/AgNews
Sophie Charlotte no lançamento de "Ilha de Ferro" no Rio Imagem: Wallace Barbosa/AgNews

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

13/11/2018 23h19

Sophie Charlotte interpreta Leona, uma personagem complexa, apaixonada e dependente do marido, Dante, vivido por Cauã Reymond na série "Ilha de Ferro", que estreia nesta quarta (14) no Globoplay e na próxima segunda (19), com um episódio especial no "Tela Quente", na Globo.

Coordenador de uma plataforma de petróleo, a ilha de ferro, localizada a uma hora de helicóptero da costa brasileira, Dante passa duas semanas confinado no trabalho e as outras duas em casa, com a mulher.

E é justamente em uma dessas voltas pra casa, após uma transa com Leona, que ela é direta e confessa ao marido. "Eu te traí com teu irmão. Eu 'dei' pro Bruno (Klebber Toledo)".

Descontrolado, Dante vai atrás do irmão caçula e os dois acabam sofrendo acidente após uma briga. "No caso da Leona, essa série tem uma coisa bem curiosa com relação a isso. A gente está em 2018, não dá pra você condenar uma mulher por traição e relevar um homem por traição. Não pode mais ter dois pesos e duas medidas. Essa personagem vai mostrando isso", avalia Sophie Charlotte no lançamento da série, nesta terça (13) no Rio.

"Foi um processo forte e num momento importante de você reavaliar. Talvez alguns anos atrás a gente olharia e leria como uma personagem extremamente apaixonada pelo homem e louca porque simplesmente ela é. E agora já consigo colocar ela dentro de uma situação que torna ela quem ela é", analisa a atriz.

Logo no primeiro capítulo, é possível vê-la como uma mulher carente e depressiva. Assim que chega em casa após uma temporada embarcado, Dante dá de cara com a pia cheia de louça, transbordando água pelo chão.

"Ela cria uma dependência doente, ela vai se destruindo, também para chamar a atenção desse homem, também porque não sabe viver sem,  porque é muito esvaziada. Foi bem forte ver o caminho dos episódios e dessa personagem e falar assim 'caramba, essa é uma oportunidade de fazer quase uma denúncia de uma realidade de muitas mulheres que amam demais e que creditam ao amor a doença e não é'", explica.

Sophie, que entrou na campanha "Mexeu com uma, mexeu com todas", contra a postura de Silvio Santos com Claudia Leitte no "Teleton", comentou sobre o julgamento das mulheres por causa de suas roupas.

"A gente está num momento muito de julgar o outro e esse personagem oferece isso de cara, uma boa bandeja para você julgar. Numa das primeiras fotos que saiu da personagem, foi replicado o nome, que era eu, na terceira vez que replicaram colocaram Leona, garota de programa. Isso é só um exemplo de como as pessoas são julgadas pela roupa que usam, pelo cabelo. E ela não é uma garota de programa", analisa.

"É muito forte a opressão de uma mulher e o que leva uma mulher a desenvolver problemas emocionais. A gente não pode perder isso de vista", completa.

Sophie e Cauã são Leona e Dante em "Ilha de Ferro" - Marília Cabral/Globo - Marília Cabral/Globo
Sophie e Cauã são Leona e Dante em "Ilha de Ferro"
Imagem: Marília Cabral/Globo

Momento complicado

Ativa nas redes sociais e nas ruas, nos movimentos contra Jair Bolsonaro, antes das eleições, Sophie diz que prefere se manter tranquila após o resultado.

"A gente vive um momento muito complicado, não dá nem direito pra saber o que é real, o que é fake, o que é inventado. Neste sentido, acho que é um momento pra gente botar a bola no chão, acalmar, não se assustar com nada, ser sincero com a nossa realidade e nosso espaço pessoa física de se manifestar pelo que a gente acredita e me dou esse direito como pessoa física e como artista".

Nas redes sociais, ela confirma que sofreu ataques de algumas pessoas por se posicionar politicamente.

"Com relação ao julgamento, é muito mais fácil você olhar pro outro e apontar o que te agrada e desagrada do que olhar pra si mesmo com sinceridade. Todo mundo tem suas questões pra serem trabalhadas, a gente está nesta vida pra evoluir, pra aprender, mas tem muita gente que prefere mergulhar no mundo virtual, pra se desligar dos seus problemas em vez de olhar com mais generosidade para o outro", analisa.

Apesar dos julgamentos, ela diz que lidou com tudo de maneira tranquila. "Consigo lidar de uma forma sã porque tenho uma família maravilhosa. Em qualquer momento que esse mundo virtual parece ser maior do que a vida, não é, saia do virtual e olhe o mundo de fora. Tenho a sorte de ter uma família, um ofício, não tem porque eu me sentir desamparada. Claro que vou desagradar pessoas, meu objetivo nunca foi agradar todo mundo. Só quero fazer o meu trabalho e ter o meu espaço e minha liberdade, prezo muito por isso", conclui.

Escrita por Max Mallmann e Adriana Lunardi, "Ilha de Ferro" terá 12 episódios na primeira temporada. A segunda temporada já está em produção e a terceira foi confirmada. Dirigida por Afonso Poyart, a série traz no elenco ainda: Osmar Prado, Taumaturgo Ferreira, Jonathan Azevedo, Milher Cortaz, dentre outros. Cassia Kis também faz uma participação especial, como mãe de Dante e Bruno, que os abandonou quando ainda eram crianças.

Televisão