Topo

Famosos

Produtora registra BO e diz que estuda processar Xuxa após problema com voo

Reprodução/Instagram
Xuxa desabafa após fazer show em Fortaleza e não conseguir voltar para casa Imagem: Reprodução/Instagram

Gisele Alquas

Do UOL, em São Paulo

26/11/2018 19h56

Paula Roberta Bessa, diretora da Planner Eventos, responsável por contratar Xuxa para fazer o show em Fortaleza (CE), afirmou que passou mal após a apresentadora divulgar seu nome e sua foto durante um desabafo ao vivo no Instagram, na madrugada de domingo (25). Xuxa e sua equipe passaram quase 12 horas no aeroporto da capital cearense por não conseguir voltar para o Rio devido a problemas com a aeronave. 

"Meu dia foi um inferno, passei mal, todo mundo me ligando. Sou muito fã da Xuxa e não esperava por isso, até porque o show em Fortaleza foi maravilhoso", declarou Paula Bessa ao UOL.

Paula Bessa registrou um boletim de ocorrência na 2ª DP de Fortaleza contra Xuxa Meneghel e ainda estuda a possibilidade de processá-la por difamação.

"Eu queria que nada disso tivesse acontecido, mas estou conversando com o jurídico da empresa e vamos ver como proceder, mas a ideia é entrar em litígio sim", adiantou. 

Após fazer o show para 9 mil pessoas, Xuxa e sua equipe seguiram para o aeroporto e lá descobriram que o jato reservado por Paula Bessa não poderia levantar voo porque estava irregular. Tratava-se de um jato particular, que estava prestando serviço de táxi aéreo sem autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Paula contou que aeronave alugada para o transporte de Xuxa e sua equipe seguiu as exigências da apresentadora e foi aprovada por ela antes da partida. A diretora também afirmou ter oferecido hospedagem para Xuxa e seus assistentes, bem como o aluguel de uma aeronave semelhante para o retorno ao Rio, mas a apresentadora teria recusado.

Paula afirma que ela e a Planner "jamais poderiam imaginar" que o avião, que já havia sido utilizado por outros artistas, "teria problemas com a Anac".

Ao saber da confusão, a diretora contou que conversou com Mônica Muniz, empresária de Xuxa, que teria exigido que ela arcasse com os custos de um avião particular que a própria apresentadora contrataria, no valor de R$ 122 mil. Xuxa afirmou que Paula disponibilizou dois cartões de créditos, mas que os limites eram insuficientes. 

"Ela poderia ir para o hotel que reservamos, mas ela optou por ir embora por causa da Sasha [que voltaria para Nova York naquele domingo]. E eu entendo, claro. Depois a Mônica disse que eles conseguiram um avião e ficava no valor de R$ 122 mil e eu avisei que os cartões da empresa não tinham esse valor. Nessa hora ela me chantageou: disse que se não arrumasse o dinheiro, a Xuxa iria entrar ao vivo nas redes sociais e divulgar meu nome e minha foto. Foi o que aconteceu. Ela expôs uma conversa interna. Fiquei abalada. Ela poderia custear e depois pedir o reembolso. Não precisava disso", afirmou Paula. 

Ela conta que depois da repercussão do caso recebeu várias ligações e perdeu clientes. "De tanto a Xuxa divulgar meu nome e minha foto, até me reconheceram na rua. As pessoas me ameaçaram nas redes sociais. Perdi trabalho por isso, outros artistas se solidarizam comigo porque conhecem meu trabalho. O que ela fez não se faz", desabafou Paula Bessa. 

Xuxa tinha um novo show marcado para o dia 1º de dezembro em Recife, pela mesma empresa contratante, e cancelou. Paula disse que ficou surpresa com a atitude da apresentadora: "Estava tudo certo, tudo pronto, mas o valor dos ingressos já estão sendo reembolsados", informou. 

Xuxa conseguiu voltar para o Rio somente na tarde de domingo com o avião de outra empresa área e disse ter pagado os custos do próprio bolso.