Topo

Famosos

"Somos amigos", diz Neymar pai sobre Bruna Marquezine

Paulo Pacheco
Pai do Neymar em evento do filho em São Paulo Imagem: Paulo Pacheco

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo,

26/11/2018 16h57

Neymar da Silva Santos, pai do jogador Neymar Jr., afirmou na tarde desta segunda-feira (26) que a sua relação com a atriz Bruna Marquezine não mudou em absolutamente nada, mesmo após o fim do relacionamento entre ela e o seu filho. Os dois anunciaram o término do namoro em meados de outubro.

"Ela sempre participou disso [de eventos beneficentes]. Sempre esteve engajada nesse tipo de situação, essa relação com essas crianças, ainda mais fora do país. Ela sempre buscou esse tipo de entendimento. Hoje, nós temos isso aqui dentro. Não chega a ser uma surpresa para nós que ela participe do evento", disse ele, em entrevista ao UOL.

"A nossa relação não muda. Não existe essa relação de ex-sogro. Somos amigos. [O término do namoro] não é um problema nosso. É um problema dela e do meu filho", completou em seguida.

Bruna Marquezine foi convidada para apresentar o evento beneficente realizado pela  ONG I Konw My Right (IKMR) em parceria com o Instituto Neymar Jr., nesta segunda-feira (26), no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A atriz chegou ao local cerca de 1h30 atrasada, posou para fotos e entrou sem falar com a imprensa.

Ela participou do coquetel do evento batizado de "Behind de scenes" ("por trás das cenas", em inglês). Já o jogador Neymar não compareceu devido à "logística", de acordo com palavras do pai.

Segundo apurou UOL Esporte, a atriz combinou a sua participação antes do término do relacionamento com o jogador do PSG. Assim, não existe nenhuma relação entre a sua presença e uma possível reaproximação com o ex-namorado. 

Não foi assinado contrato entre as partes, mas Marquezine fez questão de honrar o combinado ao apresentar nesta segunda-feira o coquetel "Behind The Scenes", evento de bastidores do ensaio que antecede o "Concerto de Natal" também organizado pelo instituto.

Bruna confirmou o fim do relacionamento com o craque do Paris Saint-Germain na semana passada e garantiu que a decisão partiu dele.

Segundo o colunista do UOL Ricardo Feltrin, o clima entre o casal azedou não por causa das opções políticas de ambos (ele supostamente apoia Bolsonaro; ela votou em Ciro Gomes), mas porque Neymar tinha certeza que Bruna tiraria licença da Globo em 2019 para que os dois finalmente se casassem. 

Nos últimos 10 dias (antes do término), as trocas de mensagens entre os dois foi ficando mais tensa, até que Neymar decidiu dar um "ultimato": já que ela não queria casar com ele mesmo, então era melhor voltar a viver como solteiro. Houve bate-boca e, por fim, a separação.

Manuela Scarpa/Brazil News
Bruna Marquezine participa de evento realizado pelo Instituto Neymar, em São Paulo, nesta segunda-feira (26) Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News