PUBLICIDADE
Topo

Famosos

"Queria dirigir peça, mas só dirijo Uber", brinca ator de "Cidade de Deus"

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

15/12/2018 22h42

O ator Alexandre Rodrigues, eternizado como Buscapé no filme "Cidade de Deus", falou pela primeira vez sobre seu trabalho como motorista de Uber. Com leveza e bom humor, ele admitiu ter ficado surpreso com a repercussão da foto com uma passageira, que viralizou nas redes sociais.

"Eu tiro tanta foto que nunca imaginei que essa, especificamente, poderia trazer tanta repercussão. Costumo dizer que nem a novela teve essa repercussão toda. O Brasil inteiro ficou assim por causa de uma foto que eu tirei porque estou na Uber", disse o artista, que trabalhou na novela "O Outro Lado do Paraíso", da Globo.

Ator Alexandre Rodrigues fala sobre trabalho como motorista de Uber - Reprodução/Instagram/imalexandrerodrigues - Reprodução/Instagram/imalexandrerodrigues
Ator Alexandre Rodrigues fala sobre trabalho como motorista de Uber
Imagem: Reprodução/Instagram/imalexandrerodrigues
Alexandre Rodrigues contou que não dá para sobreviver apenas como artista no Brasil, apesar do sucesso de "Cidade de Deus" dentro e fora do país --foi indicado a quatro Oscars em 2004. Por isso, decidiu dirigir para o aplicativo e tem conseguido sustentar a família com nove horas dirigindo por São Paulo, cidade onde mora há três anos.

"Se eu tivesse alguma peça de teatro para poder dirigir, eu iria, mas só me sobrou o carro para dirigir", brincou o ator. "Se eu estivesse nos Estados Unidos, eu teria um retorno um pouco maior, existe o apoio ao artista, mas também precisa se ralar muito para poder chegar a uma Hollywood. Aqui, o artista brasileiro precisa fazer de tudo para poder se sustentar. Não é fácil ganhar a vida só da arte. Queria eu só trabalhar com arte, que é uma coisa deliciosa de fazer", ponderou.

O ator pretende mostrar um pouco de rua rotina como motorista de aplicativo em suas redes sociais e valoriza seu trabalho honesto enquanto não se firma na carreira artística em São Paulo. Apesar disso, tem conseguido testes de personagens, o que tem deixado Alexandre esperançoso.

"Eu, como um cidadão normal, procuro trabalhar e sustentar minha casa da forma mais digna possível. Como não estava aparecendo trabalho dentro da minha profissão, no que eu estudei para poder fazer minha vida quase toda, precisei fazer Uber, né? Fazer o quê. Preciso trabalhar. Quantos cidadãos, engenheiros, médicos, perdendo seus trabalhos e estão dirigindo dignamente no aplicativo? É uma coisa, para mim, muito simples", afirmou.

Famosos