PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Kéfera rebate youtuber Luba após ser criticada: "Fazendo um desserviço"

Kéfera rebate youtuber Luba após ser criticada por debate no "Encontro" sobre feminismo - Reprodução/Globo e Youtube
Kéfera rebate youtuber Luba após ser criticada por debate no "Encontro" sobre feminismo Imagem: Reprodução/Globo e Youtube

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

18/12/2018 16h56

Kéfera não gostou nada do vídeo no qual o youtuber Luba, que tem 6 milhões de inscritos no seu canal, critica a participação dela no programa "Encontro". A atriz e também youtuber, com mais de 11 milhões de inscritos, usou seu Twitter para rebatê-lo nesta terça-feira (18). "Um homossexual branco que não acredita em lugar de fala definitivamente está fazendo um desserviço a todos, uma pena. Mas acredito na evolução de todos. Boa sorte Luba", disse ela.

Na última quinta, a atriz se irritou com um integrante da plateia do programa de Fátima Bernardes durante uma discussão sobre feminismo e afirmou que não era "lugar de fala" dele comentar o assunto.

"Ele [Luba] era legal e eu adorava. Mas agora não entendo o não reconhecimento de privilégios e a tentativa de inviabilizar causas e desacreditar do lugar de fala (e olha que hoje eu tava com uma galera do YouTube que achava a mesma coisa sobre)", respondeu ela a uma seguidora, que escreveu que Luba virou chacota nacional.

"Se você precisa atacar uma pessoa e não consegue rebater o argumento dela, talvez, você mesmo não entende do que está falando ou o que está tentando defender. Não estou falando somente da Kéfera, mas de todo mundo que se prende a esse tipo de argumento e tenta desqualificar a pessoa", disse Luba, no vídeo, que soma mais de 690 mil visualizações no YouTube.

"Se você quer defender o feminismo ou qualquer outra coisa, use argumentos, não ataque a pessoa, não manda o outro calar a boca e ouvir quieto o que você tem pra dizer. Isso não convence ninguém e é grosseria. Antipatia vai gerar antipatia", completou o youtuber.

Ele insistiu que a pessoa tem direito de expressar sua opinião.

"É lugar de fala essa pessoa se expressar sim, porque todos nós estamos sobre a mesma constituição que protege a liberdade de expressão, é um direito humano do nosso país".

"E Luba não se manifestou na época das eleições, certo? Manter o público foi mais importante do que ir discutir politica, entendo. Mas agora pra fazer vídeo desacreditando do lugar da fala enquanto homossexual branco... poxa, aí não dá né. Fica difícil assim...Até porque, se fosse um hétero representando o movimento LGBT, será que Luba iria concordar e achar que é correto o protagonismo ser do hétero num movimento o qual ele não pertence? Vamos refletir", desabafou Kéfera no Twitter.

O nome do youtuber é um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta terça-feira.

Famosos