Topo

Famosos


Gustavo Mendes perde 35 quilos com cirurgia: "Agora sou Dilma com pescoço"

Fotomontagem/Reprodução/Arquivo Pessoal
Gustavo Mendes diz que não deixará de interpretar sua personagem mais famosa Imagem: Fotomontagem/Reprodução/Arquivo Pessoal

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

2019-01-05T04:00:00

05/01/2019 04h00

Famoso pela imitação da ex-presidente Dilma Rousseff, Gustavo Mendes é praticamente uma nova pessoa. Cinco meses depois de realizar uma cirurgia bariátrica para tratar problemas de saúde, o humorista de 29 anos surpreendeu os fãs ao surgir bem mais magro nas redes sociais. 

Em entrevista ao UOL, o ator, que chegou a pesar 118 quilos, diz que recorreu à cirurgia já realizada por famosos como Leandro Hassum e André Marques após tentar em vão vários tratamentos para emagrecer. Na semana passada, ele postou pela primeira vez uma foto sem camisa."Primeira superação de 2019 realizada com sucesso!", festejou no Instagram.

"Chegou um momento em que meu organismo não reagia mais a esses remédios [para emagrecer]. Eram todos placebos. Não tinha o que fazer e eu estava engordando muito. Hoje faço terapia e entendi que eu era compulsivo. Eu jogava essa compulsão na comida", afirma ele, que sente a mudança nos hábitos alimentares.

"Muda tudo -- e não porque você quer, mas por ser obrigado a mudar. Você tem um outro corpo que trabalha de uma outra forma. Nessa vida agitada sempre mastiguei muito rápido e vi que não dá mais. É um processo. Ainda não consigo comer arroz".

Reprodução/Instagram
Humorista Gustavo Mendes posta primeira foto sem camisa após cirurgia bariátrica Imagem: Reprodução/Instagram
Mendes, que diz nunca ter tido problemas de autoaceitação quando era gordo, sofria de uma grave apneia do sono e esse foi um dos motivos que o fez decidir pela bariátrica. O irmão já havia feito a cirurgia e isso o deixou mais tranquilo em seguir o mesmo caminho. 

"Tinha apneia do sono. Eu roncava e perdia muito o ar. Numa viagem para um show, eu me segurava para não dormir porque senão eu roncava muito alto. Fui fazer exame e descobri que tinha 40 paradas respiratórias por hora. É uma apneia gravíssima. Quis consertar minha vida, minha alma e a bariátrica foi só uma coisa visível para uma mudança interna", explica. 

Depois de perder 35,5 quilos, o humorista comemora a nova silhueta e, mais do que isso, a melhora que sente em sua saúde. "Hoje estou com maravilhosos 77 quilos e me sentindo incrível. Minha nova forma física reflete no palco. Estou mais ativo, com mais fôlego, dançando mais e com mais disposição. O show cresceu com essa perda de peso", conta o Mendes, que estreará em São Paulo, no Teatro Renaissance, em 19 de janeiro. 

"Agora sou a Dilma com pescoço"

Gustavo Mendes também não teme uma piada comum ouvida por humoristas após perderem peso.

"É tão ridícula essa história de: 'Era gordo, ficou magro e perdeu a graça'. Se gordura fosse engraçada as pessoas riam de um pedaço de bacon. Não fiz sucesso por ser gordo, como Leandro Hassum que fazia referências ao gordo e magro com o Marcius Melhem. Eu não. Eu era magro e engordei na televisão", compara ele, que ainda espera perder pelo menos mais sete quilos.  

Ela afirma ainda que não é porque emagreceu radicalmente que deixará de interpretar a sua mais famosa personagem. Muito pelo contrário. 

"Vou continuar com a Dilma em 2019 com tudo! Ela saiu da política e agora vai ser apresentadora de TV. Ela quer ser Oprah Winfrey e ter o seu próprio talk show. A Dilma emagreceu, está uma senhora bonita! Ela faz exercícios, pedala, é ativa... Então está tudo igual. Vai ficar uma Dilma mais bonita no vídeo. Uma Dilma com pescoço. É uma alegria me olhar no monitor e ver que eu tenho pescoço, graças a Deus", brinca ele, que tem um canal de humor no YouTube. 

Neste ano, além das apresentações de stand up, Gustavo Mendes continua no ar no canal pago Multishow. Ele também tem planos de seguir para a TV aberta: "Preciso voar, e me tornar o apresentador que eu sempre sonhei".