PUBLICIDADE
Topo

Novelas

Ator José Mayer é dispensado da Globo após 35 anos

Personagens de José Mayer - AGNews
Personagens de José Mayer Imagem: AGNews

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

15/01/2019 20h31

A TV Globo informou, por meio de comunicado enviado à imprensa nesta terça-feira (15), que o ator José Mayer foi dispensado da emissora após 35 anos. Segundo UOL apurou, o contrato dele venceu em dezembro passado e não foi renovado.

"Depois de mais de 35 anos de uma trajetória iniciada na novela 'Guerra dos Sexos', em 1983, com participação em mais de 40 obras, entre novelas, séries, minisséries e especiais, a Globo e o ator José Mayer informam o fim da parceria, de comum acordo, no final de 2018", informou o comunicado.

A demissão levou o nome de José Mayer à lista de assuntos mais comentados no Twitter.

O galã de 69 anos foi afastado das novelas depois que a figurinista Susllen Tonani escreveu um relato em primeira pessoa para o blog "Agora é que são elas", do jornal Folha de S.Paulo, no qual acusava o ator de assédio sexual.

No texto, a jovem de 28 anos contou diversos momentos em que foi constrangida pelo ator durante os bastidores da novela "A Lei do Amor" (2016 - 2017).

Várias funcionárias da Globo fizeram um protesto na sede da emissora no Rio usando camisetas com os dizeres "mexeu com uma mexeu com todas" e a hastag "chega de assédio". No mesmo dia, a emissora anunciou que o ator estaria suspenso das próximas produções da casa por "tempo indeterminado". 

José Mayer divulgou uma carta em que pedia desculpas para Susllen e todas as mulheres. "Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora. Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço", disse ele em um trecho da mensagem.

Em abril de 2017, o caso foi encerrado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro após Susllen ir até a defensoria pública e dizer que não gostaria de seguir com o procedimento criminal contra o ator.

Segundo o colunista do UOL Flávio Ricco, houve "um trabalho nos bastidores que visava recolocar o ator no mercado de trabalho". Ainda de acordo com Ricco, "uma possível volta, inclusive aconteceria em 'O Sétimo Guardião', de Aguinaldo Silva", o que acabou não ocorrendo.

Apelo de Aguinaldo Silva

Nesta segunda-feira, o autor de novelas Aguinaldo Silva não escondeu a frustração e havia pedido o retorno de José Mayer às novelas, por meio das redes sociais. 

"Não há crime se não há queixa à polícia nem denúncia na Justiça, por isso... volta, José Mayer!", escreveu Silva, em letras garrafais, em seu perfil no Twitter.

Carreira

Nascido em Jaguaraçu, cidade de cerca de 3 mil habitantes no interior de Minas, José Mayer entrou para o curso de Letras da Faculdade de Filosofia de Belo Horizonte, em 1968. No mesmo ano ingressou no Grupo de Teatro Geração. 

Mayer estreou na Globo em "Guerra dos Sexos", de Silvio de Abreu, em 1983. Ao longo das mais de três décadas, a ator brilhou em histórias como "Laços de Família", "Mulheres Apaixonadas", "A Favorita", "Viver a Vida", "Presença de Anitta", "Senhora do Destino", entre outras.

A sua última novela foi "A Lei do Amor", escrita por Maria Adelaide Amaral e Vicent Villari em 2016, quando interpretou o personagem Tião Bezerra.

Novelas