PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Empresa é condenada a indenizar Gloria Pires em R$ 40 mil

A atriz Gloria Pires - Raquel Cunha/Globo
A atriz Gloria Pires Imagem: Raquel Cunha/Globo

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

17/01/2019 10h30

A atriz Gloria Pires venceu uma ação na Justiça e deverá receber uma indenização no valor de R$ 40 mil da empresa Nutralogistic. Ela processou a organização por danos morais e materiais por usar sua imagem em campanhas no Facebook e em sites de beleza sem sua autorização.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a decisão foi tomada pela juíza Maria Cristina Slaibi, da 3ª Vara Cível do Rio. Ainda cabe recurso.

Em sua sentença, a juíza argumentou que ao atrelar a imagem de Gloria, a empresa induz o consumidor e fãs a comprarem os produtos, uma vez que eles acreditariam que a atriz faz uso destes cosméticos.

A empresa divulgava fotos da atriz, sem autorização das imagens, em propaganda de creme contra rugas.

"É uma empresa de marketing digital no Facebook que usa fotos de atrizes oferecendo produtos com promessas milagrosas. No caso da Gloria, era um creme que dizia tirar rugas em 20 dias", explicou o advogado da atriz, Ricardo Brajterman, no ano passado, quando saiu a sentença, ao UOL.

No processo consta que "explorar comercialmente a imagem de uma das maiores atrizes do Brasil sem a devida autorização infringe conceitos básicos de boa-fé correção e probidade configurando ainda o uso de 'carona' no prestígio e boa fama construídos ao longo de muitos e muitos anos pela atriz Gloria Pires.

Errata: o texto foi atualizado
Uma versão anterior deste texto informava que a atriz Gloria Pires receberia um valor superior a R$ 1 milhão de indenização. Na verdade, esse é o valor pedido pela defesa da atriz no processo, mas não o que foi fixado pela juíza. O valor incorreto foi corrigido posteriormente pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Famosos