PUBLICIDADE
Topo

Especial BBB19

"Houve crueldade de quem iniciou ataques", defende-se ex-BBB Vanderson

Vanderson Brito foi desclassificado do "BBB19"  - TV Globo/Divulgação
Vanderson Brito foi desclassificado do "BBB19" Imagem: TV Globo/Divulgação

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

31/01/2019 04h00

Desclassificado do "BBB19", Vanderson Brito se defende das acusações que o tiraram da casa. Na semana passada, ele prestou depoimento na Delegacia de Atendimento à Mulher, no Acre, após ser acusado de importunação sexual, estupro e violência doméstica. O caso de estupro foi arquivado.

"Não creio em golpe, mas acredito que houve, sim, muita vontade e crueldade de quem iniciou esses ataques. Acredito na bondade das pessoas, sempre acreditarei, mas é fato que há pessoas que não podem aceitar o crescimento alheio e que isso lhes afeta. A elas eu simplesmente peço ao universo que as perdoe e ilumine, que alcancem a paz interna, porque assim conseguirão evoluir e ficar feliz com a vitória alheia", disse ele ao UOL.

Vanderson conta que, das três denúncias, apenas uma foi feita por uma pessoa que ele se realmente relacionou por cerca de dois meses. "Tive relacionamentos de cinco anos, um de três com a qual moramos juntos por todo esse período, e um último de quase um ano. Quando essas minhas ex-companheiras souberam da acusação, todas buscaram minha família se colocando à disposição para ajudar no que fosse necessário, que tinham vivido comigo por todo esse tempo e nunca tinham passado por nenhum tipo de situação sequer próxima do que foi citado. Isso já me conforta muito", diz.

A notícia de que teria que sair do "BBB" foi recebida com surpresa pelo biólogo. Ele afirma que tinha conhecimento de uma denúncia antes de entrar no programa pois ela já tinha feito isso antes em redes sociais. "Senti tudo se desmanchando, não foi bom. Mas quando soube o motivo e quais eram as denúncias, meu coração ficou em choque por preocupação com minha família, amigos e todas as pessoas que se identificaram comigo", contou.

"Por mim, estava tudo em paz, porque tenho certeza do que estava acontecendo e tenho as verdades comigo, sabia que tudo seria desmentido rapidamente. Minha única preocupação foi com as pessoas que tanto quero bem", completa.

O educador considera que seria o máximo se pudesse retornar ao reality show da Globo. "Uma segunda chance seria algo épico! Já imaginou uma reentrada na casa após sobreviver a esse linchamento virtual e ser inocentado de tudo? A verdadeira saga do herói. Seria sensacional!"

Com a exposição no "Big Brother Brasil", Vanderson diz que sua vida mudou completamente.

"Uma hora estou numa aldeia dois dias distante da cidade mais próxima, sem energia elétrica, internet e telefone. No outro, estou dentro da casa do 'BBB', um dos programas de maior visibilidade do país, no terceiro estou de volta a minha cidade com toda essa repercussão nacional", conta.

"Muitas pessoas me param na rua para tirar fotos e me abraçar, sabe? Não só abraço físico, abraçam meu coração ao me dar tanto carinho e mostrar confiança em mim. Saí de forma brusca, mas acredito que muita coisa boa ainda há de vir após a resolução desses casos e estarei de braços abertos para receber tudo o que couber a mim fazer", conclui.

No momento, o biólogo só pensa em limpar sua imagem e não faz muitos planos. "Até aqui a mobilização é para resolver de vez todas essas pendências jurídicas, provar minha inocência e limpar minha imagem, que foi construída com muito honestidade, trabalho e dedicação ao próximo. Tenho certeza que logo essa sombra estará dissipada e toda a luz que emanamos irá iluminar caminhos para o futuro."

Torcida

Fora do programa, Vanderson consegue visualizar melhor a divisão dos dois grupos da casa.

"Transitava entre todos com muita tranquilidade, mas hoje vejo claramente a divisão e, sim, acredito e percebo a intolerância e preconceito de vários tipos declarados por alguns participantes. É triste, mas em compensação tem uma turma incrivelmente forte e empoderada, que não deixará passar nada de ruim."

Gustavo, eliminado no paredão de terça-feira (29), era um dos participantes que o biólogo queria ver fora do reality.

"Minha torcida pra vencer é de Rízia, ela é uma menina incrível. Mas Gabi e Elana também representam super, uma das três ganhando me deixará super feliz. Quanto a saída, um já foi. Não queria Gustavo nem Paula ali, o discurso deles me incomoda um bocado. Agora falta ela", conclui.

Especial BBB19