PUBLICIDADE
Topo

Televisão

"Coincidência"? Globo ri de Bolsonaro e vizinho suspeito de matar Marielle

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

18/03/2019 14h10

Quadro de humor do "Fantástico", "Isso a Globo Não Mostra" voltou a debochar de Jair Bolsonaro na edição de ontem. O nono episódio da série fez piada do endereço do policial militar reformado Ronnie Lessa, preso sob suspeita de ter assassinado a vereadora Marielle Franco (PSOL). Ele mora no mesmo condomínio do presidente, no Rio de Janeiro.

O humorístico juntou falas de novelas citando "vizinho policial", "esse tal amigo" e, por fim, Lília Cabral mencionando "ainda mais esse vizinho", extraído de "A Força do Querer" (2017). Outros trechos, retirados de programas, mostram apresentadores como Faustão e Fátima Bernardes e convidados falando a palavra "coincidência".

Em outro momento, o quadro humorístico ironizou a descoberta de 117 fuzis de Ronnie Lessa escondidos em outro imóvel. O programa buscou um trecho do "Jornal do Almoço", telejornal local da RBS, afiliada da Globo em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, sobre acumuladores compulsivos.

Bolsonaro é um dos alvos preferidos do "Isso a Globo Não Mostra". Dos nove episódios já exibidos, quatro zoaram diretamente o presidente.

Televisão