Topo

Televisão


Paola diz como ex-participante a desapontou ao ver o "MasterChef" pela TV

Reprodução/TV Bandeirantes
O "MasterChef Brasil" estreia a 10ª temporada no próximo domingo (24) Imagem: Reprodução/TV Bandeirantes

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

2019-03-21T16:49:29

21/03/2019 16h49

Paola Carosella já se surpreendeu negativamente com um participante do "MasterChef" quando o programa ainda estava no ar. A chef explicou ao UOL que assistiu com os telespectadores ao momento no qual o cozinheiro Ivo Lopes se irrita com Dayse e a manda varrer o chão na edição de 2016 do reality com participantes profissionais.

Reprodução
Ivo Lopes, participante do "MasterChef Profissionais" de 2016 Imagem: Reprodução
"Eu lembro que no dia que ele foi eliminado eu o acompanhei até a porta, mas eu nunca tinha ouvido isso [durante a gravação]. Talvez não tivesse acompanhado até a porta se tivesse ouvido", disse Carosella durante uma ação da 10ª temporada do programa, na sede da Band, que estreia no próximo domingo.

No "MasterChef Profissionais" daquele ano Ivo foi acusado de machismo pelo público na internet. Procurado pelo UOL na ocasião ele disse que a edição do programa influenciou a fúria dos internautas: "Há algumas edições em que eles vão querer que o público comente, que o público tenha alguns atritos entre si, mas estou longe de entrar em conflito com alguém".

Em depoimento no reality, Ivo disse que trabalhar com mulheres na cozinha é mais delicado porque elas são mais "frágeis". O ex-participante chegou a se desculpar no Twitter, porém disse que ter mandado Dayse varrer o chão não foi um erro grave: "As pessoas precisam parar de criticar um pouco e entender que naquele calor da prova a gente acaba falando algumas coisas que eles levam para outro lado, como arrogante". Ele também negou ser machista.

"Avaliamos pratos e não pessoas"

Tanto Paola Carosella quanto Erick Jacquin, Henrique Fogaça e a apresentadora Ana Paula Padrão ressaltaram que não há qualquer envolvimento com os cozinheiros durante as gravações do programa. A ligação com os participantes se dá apenas no campo da gastronomia.

"A gente acaba descobrindo quem são as personagens quando assistimos pela TV. E aí muitas vezes eu me surpreendo e falo, nossa, mas esse cara era um mala! Parecia um fofinho na minha frente. (...) Estamos avaliando comida e isso é o mais importante dessa competição", afirmou Carosella.

Ana Paula Padrão explicou que os chefs não têm conhecimento das histórias dos participantes e que somente ficam sabendo com o programa no ar. O objetivo é manter a imparcialidade no julgamento dos pratos. "A produção tenta distanciá-los o máximo possível das pessoas e trazer para cá apenas os cozinheiros. É um envolvimento pela cozinha", garantiu a apresentadora.

Fogaça ressaltou que os chefs analisam o potencial do participante enquanto cozinheiro e Jacquin disse que o contato não ultrapassa os limites do programa.

"A gente entra [no estúdio] e sai. O competidor entra do outro lado e sai do outro lado. Não temos contato [fora das gravações]. Se às vezes preferimos um ou outro? É normal, somos seres humanos. Mas nunca vamos falar", disse ele.