Topo

TV e Famosos


Alinne Moraes torce, mas não vê mais tempo para redenção de vilã em novela

Alinne Moraes é Isabel, a grande vilã de "Espelho da Vida" - Divulgação/TV Globo
Alinne Moraes é Isabel, a grande vilã de "Espelho da Vida" Imagem: Divulgação/TV Globo

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

28/03/2019 04h00

Alinne Moraes conseguiu atrair o ódio dos espectadores com sua cruel Isabel, a grande vilã de "Espelho da Vida". Ao mesmo tempo, conseguiu fazer com que sentissem pena de Dora, sua outra personagem na novela das 18h. A dupla tarefa se dá por conta de a trama se passar em duas encarnações diferentes: Isabel, dos tempos atuais, é a reencarnação de Dora, que viveu nos anos 30.

No passado, Dora comeu o pão que o diabo amassou e foi humilhada por Gustavo Bruno (João Vicente de Castro), homem perverso por quem acabou se apaixonando, mas que só tinha olhos para Júlia (Vitória Strada), sua melhor amiga.

Depois de tanto sofrimento, ela reencarnou como uma mulher possessiva e muitas vezes cruel, que fez de tudo para separar Alain e Cris: as novas encarnações de Gustavo e Júlia. As artimanhas para separar o casal, a levaram a ser presa e, ao que tudo indica, a se arrepender de suas maldades. Entretanto, embora sua intérprete acredite que há esperança para sua personagem, ela não vê mais tempo hábil para uma redenção.

"Eu acho que se a novela durasse uns dois meses mais a gente poderia ver essa personagem mudando realmente. Não temos tempo suficiente para isso. Mas acho que ela vai apontar que ainda pode mudar, que lá no fim do túnel há uma luzinha. Nunca é tarde para voltar atrás, aprender, evoluir", diz Alinne ao UOL.

Em contraste com boa parte dos personagens da trama, Isabel, ao invés de ter evoluído com a atual encarnação, parece ter dado vários passos para trás, sem ter aprendido muito com as experiências espirituais -- um dos principais temas da novela. A atriz concorda com essa visão, mas também acha que a vilã está finalmente em uma jornada de regeneração.

Alinne Moraes e João Vicente de Castro em cena de "Espelho da Vida" - Globo/João Miguel Júnior
Alinne Moraes e João Vicente de Castro em cena de "Espelho da Vida"
Imagem: Globo/João Miguel Júnior
"Essa personagem tem a função muito específica da maldade, de mudar o destino de todos. Acho que nesse momento da trama ela está realmente entendendo que precisa mudar, pela filha também. A Isabel precisa de ajuda não só da família, mas também uma ajuda médica mesmo, acho que é super importante para ela", afirma.

Não tão cética quanto Isabel, que na história não acredita em praticamente nada que tenha a ver com o mundo místico e a espiritualidade, Alinne diz não ter uma religião específica, mas afirma ser uma pessoa de muita fé.

"Não é que não acredite em nada. Acredito, acima de tudo, que se eu faço o bem hoje, é isso que eu vou receber amanhã. Se me coloco com empatia no lugar do outro isso volta naturalmente. E acredito muito na fé. Tenho fé que as coisas positivas vão acontecer, que se eu faço o bem eu estou no caminho certo. É assim que eu penso a vida e não me importo muito com questões como o que vem após a morte, por exemplo", resume.

Vilãs insanas

Entre suas vilanias, Isabel elaborou esquemas que iam de drogar Cris Valência a destruir o único portal que ela tinha para voltar para o presente. A megera falava com tanta convicção que era inocente que parecia que ela mesma acreditava. Em alguns momentos, precisou brigar com sua própria sanidade.

Alinne Moraes como Silvia em "Duas Caras" (2007) - Reprodução/Youtube
Alinne Moraes como Silvia em "Duas Caras" (2007)
Imagem: Reprodução/Youtube
Isabel é a segunda vilã com essas características na carreira de Alinne -- ela já havia vivido Silvia em "Duas Caras" (2007), outra malvada atormentada. Para a atriz, mergulhar nesse universo da loucura dessas personagens é libertador.

"Na verdade, a insanidade dessas personagens faz com que tudo seja possível. Então, como atriz, mergulhar nesse lugar onde tudo é possível é encantador, é uma montanha-russa de emoções. Você aprende muito a lidar com várias ferramentas do seu trabalho como atriz", explica ela.

Entre o passado o presente

Alinne Moraes como Dora , a encarnação passada de Isabel em "Espelho da Vida" - Victor Pollak/Globo
Alinne Moraes como Dora , a encarnação passada de Isabel em "Espelho da Vida"
Imagem: Victor Pollak/Globo

No passado, Dora foi frustrada por não ser correspondida por Gustavo Bruno. No presente, Isabel viu o amor de Alain ir embora. Para Alinne, alternar entre os sentimentos das duas foi difícil, mas não menos gratificante, que precisou imprimir diferentes estilos para cada uma de suas vilãs dentro de "Espelho da Vida".

"Uma é mais nova, mais mimada, invejosa e se deixa levar pelo lado obscuro da vida. A Isabel não é tão ingênua quanto a Dora. Ela é mais madura, tem uma filha e já vem brincando com a vilania, com esse lado obscuro dela há muitos anos. A Isabel é mau caráter mesmo e vem provando isso. Ela mente descaradamente. É, digamos, uma profissional do ramo. Apesar da dificuldade, eu gosto muito do resultado e estou me divertindo demais", orgulha-se.

Mais TV e Famosos