PUBLICIDADE
Topo

Youtuber Vee Castro diz que foi vítima de estupro e acusa ex-BBB

Vee Castro diz ter sido estuprada por um ex-BBB dentro de um navio - Reprodução/YouTube
Vee Castro diz ter sido estuprada por um ex-BBB dentro de um navio Imagem: Reprodução/YouTube

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

04/04/2019 22h10Atualizada em 05/04/2019 00h42

A youtuber Vitoria Castro, mais conhecida nas redes sociais como Vee Castro, publicou hoje um vídeo contando ter sido vítima de estupro dentro do navio da Chilli Beans. Sem citar nomes, a garota de 20 anos diz que foi violentada por um ex-BBB em uma das cabines pouco antes de desembarcar no Porto de Santos (SP) no último dia 23 de março.

O vídeo de 17 minutos foi publicado no canal de Vitoria no YouTube, que tem 896 mil inscritos. Ela conta em detalhes tudo o que aconteceu, mas sem citar os nomes das pessoas envolvidas para evitar problemas jurídicos.

A jovem ainda revela que chegou a ir na delegacia no mesmo dia, mas que desistiu da denúncia após se sentir mal no local. Ela também reforça que a Chilli Beans ofereceu apoio psicológico a ela após ser informada do caso.

Vitoria conta que chegou a acionar um advogado, mas foi orientada a não fazer a denúncia por não ter provas suficientes. Segundo o relato da jovem, o rapaz praticou sexo oral nela e tentou penetrá-la sem camisinha, mas não conseguiu.

Após contar os detalhes sobre o abuso, Vitoria Castro dá uma pista sobre a identidade do acusado: "Esse cara é um ex-BBB e ele não tem um histórico muito legal porque eu andei pesquisando sobre ele", conta.

"Como eu não consegui denunciar eu queria usar a influência que eu tenho para alertar outras garotas e, quem sabe, conseguir justiça", justifica a youtuber sobre os motivos que a levaram a divulgar agora o vídeo.

A Chilli Beans, organizadora do navio que reuniu várias celebridades e influenciadores digitais, declarou em nota estar à disposição da jovem, inclusive no apoio em uma eventual investigação:

"A Chilli Beans repudia veementemente qualquer crime, ato ou violência que desrespeite as pessoas ou viole os direitos humanos. Desde que tomou conhecimento do relato de Vitória "Vee" Castro, a empresa se colocou prontamente à disposição para prestar apoio e suporte necessários, de qualquer natureza. E assim continuaremos, inclusive dando apoio a eventual investigação. O respeito a todos é um dos pilares fundamentais da nossa organização."

Veja o relato completo de Vee Castro: