Topo

Famosos


Ator de Belíssima diz que "uso excessivo de maconha" o fez tentar suicídio

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

23/07/2019 07h48

O ator Vitor Morosini, que fez a novela Belíssima (2005), contou os motivos que o fizeram cair do quinto andar de um hotel em Barretos, no interior de São Paulo, em agosto do ano passado, e ser internado com múltiplas fraturas nos membros superiores e inferiores. Ele confirmou no Superpop de ontem ter tentado suicídio.

"Tentei no desespero. Tive um surto psicótico devido ao uso excessivo de maconha. Eu fiquei um ano e oito meses fumando direto, cinco baseados por dia. Mesmo fumando eu fazia as coisas, gostava do efeito, de ficar doidão mesmo. Fumava para pedalar, jogar bola, ver televisão... Teve um dia que surtei", revelou.

"Não era depressão, eu estava em euforia. Dormia quatro horas por noite. Acordei umas 3 da manhã, fui tomar banho, achei que tinha gente atrás de mim. Mandei mensagem para minha mãe 'dizendo que eu precisava ser internado, ela não respondia, estava sem bateria. Decidi pular", continua.

"Quando caí tinham fios elétricos embaixo, sorte que estavam desativados. Amorteceram a queda, mas me quebrei inteiro. Quebrei os dois pés, dedo do pé, coxa, fêmur, ombro, costela e vértebra. Fiquei quase duas semanas na UTI, fiz cinco cirurgias. Outra sorte que eu tive é que não bati a cabeça. Eu só sentia minha perna torta, como se fosse um graveto. Fiquei quatro meses na cadeira de rodas".

Aos 30 anos, Vitor festeja não ter morrido. "Muito feliz de estar vivo, todo dia eu agradeço a Deus. Desde os 15 eu usava [droga], agora não uso mais".