PUBLICIDADE
Topo

Famosos


Ex-BBB Carol Peixinho estreia no teatro e sonha em ser apresentadora de TV

Carol Peixinho sobe ao palco hoje, pela primeira vez - Reprodução/Instagram
Carol Peixinho sobe ao palco hoje, pela primeira vez Imagem: Reprodução/Instagram

Carlos Minuano

Colaboração para o UOL

31/08/2019 04h00

Quem achava que a vida bem-sucedida como digital influencer já estava de bom tamanho para a ex-BBB Carol Peixinho caiu do cavalo. Ela estreia, hoje, como atriz na peça Confissões de Adolescente, em Salvador. E o que talvez boa parte de seus milhões de seguidores nas redes sociais também não saibam é que bem antes da fama que alcançou, ao conquistar o terceiro lugar na edição de 2019 do reality da TV Globo, ela já tinha dirigido um longa e até produzido durante anos uma mostra de cinema pelo interior da Bahia. Agora, aos 34, ela quer mais.

"Quero ser apresentadora de TV", diz Carol Peixinho em entrevista ao UOL. Desde que saiu do BBB, ela tem investido nessa ideia. "Estou estudando e senti a necessidade de entrar também em um curso de teatro, para ficar mais desinibida e aprender a trabalhar melhor os movimentos corporais."

Coincidentemente surgiu o convite para conhecer o grupo Cor de Teatro, do diretor Henrique Bahia, que estava montando Confissões de Adolescente. "Eles já estavam ensaiando, divulgando, e o elenco estava montado. Mas fui lá e me dei bem com a turma toda, então veio o convite para assumir um papel no espetáculo e eu topei o desafio." Carol vive a mãe de um dos jovens.

A peça, em cartaz hoje e amanhã no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, teve seus ingressos para a primeira noite esgotados rapidamente. O sucesso antes mesmo da estreia já abriu a possibilidade de a peça sair do solo baiano e viajar pela país. "Já vieram convites para Recife, Rio de Janeiro e São Paulo", conta.

Apesar da surpresa, ela garante que está achando a ideia maravilhosa. "É minha primeira vez [no teatro], estou supernervosa, mas acho que vou gostar da adrenalina dos palcos."

Carol Peixinho não faz ideia de onde vai dar a súbita e inesperada carreira de atriz. Convites para novela ou série ainda não chegaram, mas ela torce para que venham logo. "Estou aberta ao novo."

Hoje, divide-se entre o trabalho de divulgação de conteúdo de marcas nas redes e os cursos que está fazendo para engatar o trabalho na TV.

Carol Peixinho trabalhou com o pai em projetos de cinema - Reprodução/Instagram
Carol Peixinho trabalhou com o pai em projetos de cinema
Imagem: Reprodução/Instagram
Cinema na estrada

Ariana cheia de sonhos, Carol não gosta de perder tempo. Quase uma década antes do BBB, já estava dirigindo um longa com o pai, o cineasta baiano Beto Sodré. O documentário A Trilha da Coluna Prestes na Bahia, lançado em 2012, conta a história do movimento político rebelde liderado por Luiz Carlos Prestes, que percorreu 14 estados na década de 1920 e terminou em uma sangrenta perseguição regada a bala por tortuosas trilhas no semiárido baiano, um cenário hostil e cheio de espinhos, montanhas, rios, pedras, frio, chuva e pobreza.

"Fazer esse filme com a minha filha foi uma experiência maravilhosa", conta Sodré. Segundo ele, foram seis meses de filmagens, procurando relatos pelos locais de confrontos onde o movimento passou no interior da Bahia. "Ela se dedicou bastante, sempre muito animada e curiosa. Saía sozinha e, em pouco tempo, aparecia com personagens para serem entrevistados", relembra o cineasta.

Mas, estrada e cinema não eram exatamente novidades para Carol. Entre 2004 e 2010, pai e filha se dedicaram a levar cinema de graça por periferias do interior baiano, onde a grande maioria das pessoas nem imaginava o que era uma sala de exibição. "Fazíamos sessões de filmes nacionais em praças públicas, dentro de um caminhão com 200 cadeiras, projetor, tela e um serviço de som que usávamos para anunciar as exibições", conta Sodré.

Famosos