PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos


Fãs saem mais cedo do trabalho para se despedir de Gugu

Corpo de Gugu Liberato foi exibido em caixão aberto durante velório - Francisco Cepeda e Thiago Duran/AgNews
Corpo de Gugu Liberato foi exibido em caixão aberto durante velório Imagem: Francisco Cepeda e Thiago Duran/AgNews

Mateus Araújo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/11/2019 17h38

O movimento de fãs na fila para se despedir do apresentador Gugu Liberato continua grande, neste fim de tarde, no entorno da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). Muitas pessoas que agora chegam vêm direto do trabalho - algumas, inclusive, deram um jeito de sair mais cedo do serviço para o adeus ao ídolo.

A cuidadora de idosos Cida Gomes, 54 anos, conseguiu negociar um intervalo no expediente para ir à Alesp. "Eu pedi para sair rápido, porque queria muito dar adeus ao Gugu. Deixei minha velhinha lá, mas voltou daqui a pouco", contou. Do trabalho até o velório, ela disse ter levado 20 minutos andando.

A encarregada de serviços gerais Claudia Fabiana, 40 anos, aproveitou o fim do expediente para passar no velório. "Vim de Cidade Jardim. Marquei com minha amiga, que estava de folga, e nos encontramos aqui", disse. "Não podia deixar de fazer isso. Gugu marcou minha vida, desde jovem. Assistia a todos os programas dele."

A admiração a Gugu também fez o analista administrativo Denis Falcão, 40 anos, sair um pouco antes do fim do expediente para a Alesp. "Nunca tinha vindo para velório de famoso. Mas eu era fã dele. Meu sonho era conhecer Gugu vivo, e nunca tinha imaginado que que vinha ver Gugu assim", explicou.

O velório de Gugu Liberato acontece na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), desde as 10h desta quinta-feira (28) para amigos e familiares. Pouco depois do meio-dia, o salão monumental, onde está o caixão, foi aberto ao público.

O enterro do apresentador será na sexta-feira (29), no Cemitério Gethsêmani, no Morumbi. O corpo seguirá em cortejo a partir das 10h, em carro do Corpo de Bombeiros, e passará por ruas de bairros das zonas oeste e sul da capital paulista, de acordo com itinerário divulgado pela Polícia Militar.

Gugu Liberato morreu na última sexta-feira (22), aos 60 anos, após sofrer um acidente doméstico dois dias antes, em Orlando, nos Estados Unidos.

O apresentador caiu de uma altura de cerca de quatro metros, enquanto fazia um reparo no ar-condicionado instalado no sótão de sua casa. Ele deixa os três filhos João Augusto, 18 anos, e as gêmeas Marina e Sofia, 15 anos.

O corpo de Gugu será velado até amanhã, na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). O cortejo deve sair às 10h, com o corpo levado por um carro do Corpo de Bombeiros. O apresentador será enterrado no Cemitério Gethsêmani, no jazigo da família.

A morte de Gugu Liberato foi anunciada pela família na última sexta-feira (22), após o apresentador sofrer um acidente doméstico dois dias antes. De acordo com nota oficial, ele teve uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando tentava fazer um reparo no ar condicionado instalado no sótão de sua casa, em Orlando (EUA). Ele teve morte encefálica.

TV e Famosos