PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Vizinhos de cemitério se preparam para receber corpo de Gugu Liberato

Gugu Liberato posada - Leo Franco/AgNews
Gugu Liberato posada Imagem: Leo Franco/AgNews

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

29/11/2019 10h23

O corpo de Gugu Liberato ainda estava sendo velado na Assembleia Legislativa de São Paulo quando a primeira centena de pessoas começou a ocupar a praça em frente ao cemitério Gethsêmani, onde o apresentador será enterrado, localizado na Vila Sônia, zona oeste da capital.

O sepultamento se transforma em um evento para os moradores do bairro, que já presenciaram a chegada de Hebe Camargo e Jair Rodrigues, entre outros famosos.

"Há quase 20 anos moro aqui. Vi a Hebe e a [Maria Rita,] mulher do Roberto Carlos", conta Vilma Pereira dos Santos. "No enterro da Hebe, isso aqui estava lotado, mas não deixaram entrar", lembra ela.

"Vim ao enterro do cantor Jessé, tinha bastante gente mas não liberaram o portão para entrar", diz Maria do Carmo Barbosa de Souza.

Maria das Neves, a Nevinha, mora há 22 anos em uma favela próxima ao cemitério. Ela visita o túmulo de Hebe todos os anos e recorda quando passou apuros no enterro da apresentadora, em 2012.

"Quando a Hebe veio, eu sofri no meio do povo, me derrubaram, porque era muita gente querendo ver. Fiquei bem pertinho, fiquei feliz, do mesmo jeito que vai ser com o Gugu", torce.

A vizinha do cemitério afirma que o bairro praticamente para quando personalidades morrem: "O povo daqui é assim, quando um tenente morreu isso aqui encheu de gente. Eu também fui porque sou atrevida. Quando morre uma pessoa mais famosa, é gente demais. Já levei tanto carão, mas eu venho".

Televisão