PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos


Cantora vê racismo em Silvio Santos e reclama: "Não era concurso de beleza"

Jennyfer Oliver, cantora sertaneja que participou do Programa do Sílvio Santos - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Jennyfer Oliver, cantora sertaneja que participou do Programa do Sílvio Santos Imagem: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Raíssa Basílio

Colaboração para o UOL

09/12/2019 16h25

A cantora Jennyfer Oliver teve uma noite de domingo agitada. O motivo foi uma participação no Programa Silvio Santos, no SBT. O Twitter foi tomado por opiniões negativas ao apresentador que foi acusado de racismo, e ele foi parar nos assuntos mais comentados do dia.

Durante o quadro Quem Você Tira?, quatro cantoras competiram por um prêmio, que seria julgado pelo público. Jennyfer Oliver, a única competidora negra, foi a preferida da audiência - apesar de não ter conseguido executar a tarefa até o fim por ter sido interrompida por Sílvio Santos - mas não saiu vencedora.

Jennyfer Olivier explicou, ao UOL, que a produção do programa que escolhia as músicas que cada cantora apresentaria. No entanto, de última hora, Sílvio Santos barrou o que ela deveria cantar e escolheu o que ele queria.

"Ele escutou três vezes a mesma música e esperou na minha vez pra falar que era ruim. Na hora, eu fiquei sem reação nenhuma, por não poder cantar igual as outras e me senti super prejudicada", contou ela, que ficou surpresa por ter sido a vencedora no voto do público.

"Eu nem sabia que ia ganhar porque fui prejudicada, pois eu não esperava. O povo que sentiu a questão a do racismo, e ele nomeou a outra menina como a mais bonita, mas não era uma concurso de beleza e sim de cantoras. O público que devia escolher e o Silvio que mudou tudo, inclusive a troca da música", esclareceu Jennyfer.

A cantora ainda tem dúvidas se entrará em contato com a produção do SBT sobre uma retratação. "Não sei, eu falei com meu advogado pra ver o que ele acha. Mas o complicado é processar e isso me prejudicar em outras emissoras, eu não poder participar de programas. Então, eu realmente não sei".

Quanto ao racismo, que foi o ponto mais sensível de toda a situação, fortemente julgado nas redes sociais, Jennyfer assumiu que sentiu preconceito da parte de Silvio Santos. "Eu não vou mentir, passou pela minha mente, mas achei que era coisa da minha cabeça. Eu não sabia desse histórico dele ser racista. Me senti prejudicada e constrangida, falando como artista", confessou.

Jennyfer reforçou, como fez em suas redes sociais, que em nenhum momento quis bancar a vítima. "Simplesmente divulguei o programa, eu estava trabalhando, nem assisti. Quando cheguei em casa, peguei meu celular e vi aquele monte de mensagens, achei uma loucura. O público que sentiu o racismo, não foi coisa da minha cabeça, eu não imaginei abobrinhas".

Procurado para falar sobre o assunto, o SBT não se manifestou até a publicação desta entrevista.

Jennyfer Oliver começou a cantar ainda na infância

A cantora, de 26 anos, é natural de São Paulo e começou a cantar aos 5 anos, na igreja. Chegou a seguir carreira gospel, cantava em casamentos e congressos. Agora, ela se dedica a música sertaneja e chegou a ganhar um concurso de melhor voz sertaneja, pela Rede Vida, em 2017.

TV e Famosos