PUBLICIDADE
Topo

Novela

Amor de Mãe


Amor de Mãe: casa dos sonhos de Taís Araújo é mais real do que você pensa

Débora Miranda

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Novela das nove é a primeira gravada no novo estúdio da Globo, o MG4
  • O novo espaço permite que os ambientes de Amor de Mãe fiquem montados de forma permanente
  • Normalmente, as equipes precisam montar e desmontar os cenários, num revezamento complexo que se encaixa ao calendário de gravações
  • Com isso, os ambientes da trama são mais reais, e as cenas podem ser gravadas em sequência, com os atores circulando pelos espaços

A internet caiu de amores pelo apartamento de Vitória (Taís Araújo), em Amor de Mãe. "Trabalhar para ter uma casa e vários eletrodomésticos maravilhosos como os da Vitória", postou um internauta. "A casa da Vitória é meu sonho de consumo, misericórdia. Até a GARRAFA D'ÁGUA É CHIQUE, bicho", analisou outro.

O cenário do suntuoso apartamento está montado no MG4 (Módulo de Gravação 4), estúdio que a Globo inaugurou em agosto deste ano, em uma área construída de 26 mil metros quadrados. Referência em tecnologia, foi construído após três anos de estudos, 18 meses de obras e investimento de R$ 207 milhões. Para ter uma ideia da sofisticação, os equipamentos utilizados no MG4 são wireless, o que significa que não há cabos de câmeras nem fios de microfone.

O novo estúdio —que entrou em funcionamento com as gravações de Amor de Mãe— permite que os ambientes da novela das nove fiquem montados de forma permanente. Normalmente, as equipes de produção precisam montar e desmontar os espaços, num revezamento complexo que deve se encaixar ao calendário de gravações e que limita a movimentação em cena —afinal, os espaços são limitados.

A casa de Vitória, por exemplo, está lá, com todos os seus ambientes, inteirinha, decorada, quase como um apartamento real. O UOL esteve no Rio de Janeiro, visitando os cenários da nova trama, e também caiu de amores pelo lar da personagem de Taís Araújo.

Todo revestido em madeira, com móveis elegantes, obras de arte, livros e fotos —há quadros com imagens feitas pelo diretor de fotografia Walter Carvalho—, é uma casa ao mesmo tempo chique e aconchegante. Nas estantes do escritório, livros de direito. Na tela do computador, um processo judicial. Na área externa, plantas. Nada parece falso nem cenográfico. A casa tem até revestimentos de verdade, no chão e o no teto, o que não é possível nos outros estúdios, por causa da mecânica de montagem e desmontagem.

É possível caminhar por todos os ambientes, do quarto da advogada, passando pela cozinha, pelos banheiros, chegando à sala e subindo as escadas para o escritório, no mezanino. Não é preciso gravar em apenas um espaço de cada vez.

Fachada do novo estúdio da Globo, onde é gravada Amor de Mãe - UOL
Fachada do novo estúdio da Globo, onde é gravada Amor de Mãe
Imagem: UOL

No mesmo estúdio, um pouco mais adiante, está a casa de Lurdes (Regina Casé). Outro clima, outro visual, outro cheiro até! Mas, na simplicidade do lar da protagonista, a mesma inacreditável feição de realidade. Caminhar pelo cenário faz imediatamente lembrar de cada cena já vista ali. Num cantinho, o altar onde tantas vezes Lurdes rezou, com imagens de santos, velas e as fotos dos filhos. Na entrada, uma espécie de mureta impede que a casa encha de água quando chove. Na geladeira, bilhetinhos.

O realismo é um dos principais benefícios da nova estrutura para a dramaturgia da Globo. São inúmeros os recursos artísticos acessíveis ali —e a escolha de Amor de Mãe para o início de sua utilização com certeza não foi aleatória: novela que tem um olhar especial para o visual, com direção artística de José Luiz Villamarim e direção de fotografia de Walter Carvalho, que trabalhou com todos os mais importantes nomes do cinema nacional.

Toda essa estrutura ganha força com a cidade cenográfica de Amor de Mãe, montada também no Projac, em uma área de 9.000 metros quadrados e inspirada - à imagem e semelhança —em São Cristóvão, bairro do Rio de Janeiro.

À esquerda, a rua Bela de São Cristóvão, no Rio de Janeiro; à direita a cidade cenográfica da novela - UOL
À esquerda, a rua Bela de São Cristóvão, no Rio de Janeiro; à direita a cidade cenográfica da novela
Imagem: UOL

Na novela, a vizinhança ganhou o nome de Bairro do Passeio, mas a reprodução detalhada do trecho real, embaixo do viaduto da Linha Vermelha, vem surpreendendo quem conhece a região, pela semelhança. Inclusive com a rua principal chamada rua Bela.

De novo, investimento pesado em realismo. Há bares semelhantes, construções e até as placas indicam os mesmos rumos. "A novela é um recorte da vida real", conclui Villamarim.

Amor de Mãe