PUBLICIDADE
Topo

Campeão do MasterChef, Vitor diz por que recusou oferta de Paola Carosella

Vitor comemora vitória no MasterChef - A Revanche - Carlos Reinis/Band
Vitor comemora vitória no MasterChef - A Revanche Imagem: Carlos Reinis/Band

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

18/12/2019 02h10

Resumo da notícia

  • Vitor Bourguignon venceu Estefano Zaquini na final do MasterChef - A Revanche
  • Ele participou do reality pela primeira vez em 2017 e após ser eliminado fez um estágio no restaurante da chef Paola Carosella
  • O curitibano era empresário, mas mudou de carreira depois de entrar no programa da Band.
  • Neste ano, Vitor abriu uma hamburgueria e tem planos de novos negócios

Campeão do MasterChef - A Revanche, Vitor Bourguignon disse que acreditava até o último momento que perderia o troféu para Estefano, o vice-campeão.

"Acho ele merecedor tanto quanto eu. Ele tem uma trajetória linda. Até o anúncio eu me colocava como vice-campeão e por isso fiquei atônito, sem reação. De coração, sou grato a Deus por dividir esse momento com o Estefano. Gostaria que ele tivesse levantado o troféu comigo", diz.

O vencedor do programa era empresário e mudou de carreira depois do MasterChef ao entrar no programa em 2017. Com a eliminação, ele fez um estágio por três meses no restaurante de Paola Carosella a convite da chef.

Entretanto, depois de concluído o estágio, Vitor decidiu recusar uma chance oferecida pela chef.

"A vida é feita de oportunidades e no momento que chegou a oportunidade de ser efetivado eu tive a possibilidade de abrir meu negócio em Curitiba. Por julgar que em três meses eu absorvi o que era mais fundamental em termos te aprendizado e técnica eu achei que poderia caminhar com minhas próprias pernas", explicou.

O cozinheiro se diz grato a Paola pelo o que ela fez por ele: "Foi por causa dela que entrei numa cozinha. Ela me deu a luz do que eu quero fazer".

Vitor - Carlos Reinis/Band - Carlos Reinis/Band
Imagem: Carlos Reinis/Band

"Uma hora a euforia passa"

O curitibano ganhou como prêmio pelo MasterChef R$ 250 mil mais o curso na prestigiada escola de culinária Le Cordon Bleu. Ele, que abriu uma hamburgueria neste ano, pretende agora se preparar financeiramente para ter outro negócio.

"Com o dinheiro vou me estruturar para ter o meu buffet para atender grandes eventos. Além da hamburgueria estou abrindo uma casa de strogonoffs, mais popular", diz.

Conciliando o conhecimento empresarial com a vocação para a culinária, Vitor afirma qual o maior desafio no ramo.

"A maior dificuldade é entregar o mesmo padrão dia após dia porque é isso que vai manter a clientela", garante.

Além de gerenciar novos negócios, Vitor demonstra vontade de produzir conteúdo em um canal no YouTube.

"Adoro ensinar e em Curitiba já faço isso com cursos de carnes. Por que não repassar esse conhecimento pelas redes sociais?", afirma. Para ele, o importante é não deixar se iludir: "Daqui para frente quero trabalhar duro. Essa euforia uma hora passa. Não quero deixar isso me afetar".

Mudança de visual

De volta ao MasterChef, Vitor levou o troféu ao vencer Estefano no último programa - Carlos Reinis/Band - Carlos Reinis/Band
De volta ao MasterChef, Vitor levou o troféu ao vencer Estefano no último programa
Imagem: Carlos Reinis/Band

O público se acostumou a ver Vitor de bandana, mas na final do MasterChef ele inovou e apareceu de cabelos curtos e sem o acessório. O cozinheiro galã rapidamente viralizou no Twitter com o novo visual.

Questionado pelo UOL, o cozinheiro contou que, curiosamente, foi graças a mãe que ele aderiu ao look que fez sucesso com os telespectadores.

"Eu estava com a cabelo grande o suficiente para amarrar e fazer uma chuquinha. Era meu projeto inicial. Mas mãe é mãe e ela falou umas 500 vezes, 'Vitor, corta esse cabelo'. Eu resolvi atendê-la, né? Cortei e gostei do resultado", disse.

"Eliminação foi meu trampolim"

Vitor Bourguignon entrou na cozinha do MasterChef pela primeira vez em 2017. Ele foi eliminado depois de voltar em uma prova de repescagem, mas mesmo sem levar o prêmio a vida do então cozinheiro amador mudou radicalmente.

"A eliminação não foi uma pedra, mas um trampolim. O MasterChef me deu oportunidade de fazer eventos, trabalhar, conhecer pessoas que tinham interesse na minha cozinha. Isso foi muito importante para minha mudança profissional", diz.

Antes de ser selecionado para o programa da Band, o curitibano era empresário e atuava com mídias sociais.

Após sair do MasterChef, Vitor ganhou um estágio de três meses no restaurante de Paola Carosella em seus primeiros passos para se profissionalizar na área.

Ele fez cursos de gastronomia e realizou consultorias, até que resolveu abrir uma hamburgueria em Curitiba.

MasterChef