PUBLICIDADE
Topo

Televisão


Ex-BBBs relatam terror e caos na Casa de Vidro: "Hoje nem pagando eu volto"

Eliminados do BBB 11 entram na casa de vidro em shopping no Rio  - André Durão/UOL
Eliminados do BBB 11 entram na casa de vidro em shopping no Rio Imagem: André Durão/UOL

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

20/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Boninho, diretor do BBB, levantou a possibilidade, em suas redes sociais, de o BBB 20 ter Casa de Vidro novamente
  • Ex-participantes falam sobre a experiência de ficar confinado em um shopping, diante dos olhares do público o dia todo
  • Eles contam como era a rotina, com horários controlados para ir ao banheiro, e a convivência no pequeno espaço de 49 metros quadrados

O diretor Boninho vem dando a entender, em suas redes sociais, que o BBB 20 voltará com a Casa de Vidro. Também conhecida como "bolha", a área funciona como uma extensão do confinamento e já foi usada em edições anteriores, sendo a primeira em 2009, outra em 2011 e mais uma em 2013. Com a retomada do isolamento, que nada mais é do que um aquário com pessoas em seu interior, Boninho atende a um apelo dos fãs mais nostálgicos.

Quem não se lembra como funciona a Casa de Vidro? Ela não chega a ser um lugar aterrorizante como o Quarto Branco —cubículo semelhante a uma solitária, em que brothers e sisters eram lançados e tinham os seus limites testados—, mas também possui algumas características específicas, que a tornam interessante dentro do universo vigiado pelo Grande Irmão.

Geralmente, a "bolha" é instalada dentro de um shopping de uma grande capital, como Rio de Janeiro e São Paulo, e, para alguns, é como um castigo temporário ou apenas um vislumbre do paraíso que jamais será alcançado: uma famosa casa vigiada por câmeras construída nos Estúdios Globo. Dez anos atrás, o empresário Daniel Gevaerd foi selecionado para o BBB e chegou a ficar confinado no hotel por uma semana, mas o sonho acabou na Casa de Vidro.

Reprodução/Globo
Imagem: Reprodução/Globo

"Me arrasou psicologicamente por muitos anos seguintes. Ficava delirando e sofrendo com uma nova chance. Uma vez quase rolou de voltar. Hoje, nem me pagando o dobro eu entro naquilo. Acho que ali, entre os selecionados na época, ninguém sonhou e investiu tanto como eu para viver aquilo", afirma ele, que já havia se inscrito em três edições anteriores na tentativa de aparecer na televisão e, de quebra, ficar milionário.

O empresário se lembra das palavras exatas ditas por Boninho, ainda no hotel, na véspera da estreia do BBB 9. Antes de finalmente pisar no programa, ele teria mais um obstáculo em seu caminho a ser superado.

"Os diretores foram ao meu quarto para pegar o manual do jogo com as regras, e Boninho me jogou uma indireta: 'Você sabe que nem todo o mundo vai entrar na casa, né? Tem uma bolha no caminho'. Eu disse que sabia. E rebateram: 'E se for você?'. Fiquei desconfortável e acho que era a hora que deveria mostrar mais confiança. A notícia foi horrível, pensei em desistir várias vezes, tive insônia no hotel. Ser exposto em rede nacional não é algo que deixa ninguém feliz", diz ele, que não sabia o que o aguardava, pois aquela era uma novidade até mesmo para o público.

Daniel entrou na Casa de Vidro, um espaço de 49 metros quadrados, o equivalente a um pequeno apartamento, com mais três adversários. O espaço estava instalado em um shopping na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Eles disputaram a preferência dos telespectadores para entrar no BBB, e os selecionados foram Josi e Emanuel. Daniel e Maíra acabaram eliminados sem nunca terem, de fato, se tornado BBBs.

A rotina na Casa de Vidro

Uma das particularidades da Casa de Vidro é que os frequentadores do shopping são os espectadores principais da experiência. Os aspirantes ao Big Brother são observados e têm plena consciência disso, mas, como acontece na televisão, eles eventualmente se esquecem dos olhares externos. A Casa de Vidro, no entanto, é muito mais do que isso. A rotina dos "ratinhos de laboratório", os moradores da pequena vitrine, é rigidamente controlada e até mesmo usar o banheiro não é tarefa das mais simples.

Daniel soube no hotel, na véspera da estreia do BBB9, que entraria na Casa de Vidro - Reprodução
Daniel soube no hotel, na véspera da estreia do BBB9, que entraria na Casa de Vidro
Imagem: Reprodução
"Os banhos eram pela manhã, antes de o shopping abrir. Íamos cercados de seguranças para dentro de uma loja, onde improvisaram um chuveiro. O banheiro era aquele químico, anexo à Casa de Vidro, ao lado da fila da galera", recorda Daniel. "Em algumas horas, a gente esquece, e a interação com as pessoas faz o tempo voar. Estranho era quando chegava algum programa para entrevistar a gente, como o extinto Vídeo Show. Eu ficava tímido novamente", afirma.

Luiz Maurício, o Mau Mau, teve uma experiência semelhante à de Daniel, mas, com ele, o jogo do BBB aconteceu de forma inversa: ele entrou primeiro no programa e somente depois foi para a Casa de Vidro, com mais quatro eliminados da 11º edição: Ariadna, Rodrigo, Michelly e Igor. Na repescagem, ele foi o mais votado pelo público e ganhou uma chance de voltar ao reality show.

"Às 10h da manhã, o que acontecia era semelhante a um estouro de boiada. As pessoas corriam e vinham em nossa direção, como se suas vidas dependessem daquilo. Era dado início a uma longa, divertida e inusitada experiência, em que acenávamos e éramos praticamente animadores de torcida até as 22h e sem horário de almoço. Quer dizer, tínhamos café da manhã, almoço e jantar servidos na Casa de Vidro, nos devidos horários de cada refeição, mas era difícil parar até para comer", diz.

"Por volta de meia-noite, se repetia aquele processo matinal de irmos um a um, acompanhados pela equipe, ao banheiro do shopping para nos banharmos e nos prepararmos para dormir. Foi exatamente assim por três longos e felizes dias", explica.

Mau Mau no BBB, em 2011, e atualmente; o ex-BBB abriu uma pousada em Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro - Reprodução/Instagram
Mau Mau no BBB, em 2011, e atualmente; o ex-BBB abriu uma pousada em Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro
Imagem: Reprodução/Instagram

Para Mau Mau, a experiência teve um outro significado, porque ele já era conhecido do público —na época, teve um romance com Maria Melilo, a campeã da temporada, e seu retorno ao BBB fez parte de um momento clássico da história do programa: ao voltar, descobriu que a sister estava ficando com o médico Wesley.

"Tive a oportunidade de viver uma coisa muito especial nessa Casa de Vidro. Foi uma emoção incrível ver as pessoas gritando, chorando, tentando passar informações por cartazes expostos e até notebooks e tablets eram suspensos com a mesma finalidade. Ali, senti com o coração o que via através dos vidros: uma emoção única e mágica. Fortifiquei meus laços com quatro grandes amigos que compartilhavam comigo aquela experiência, tornando cada segundo marcante."

Vida pós-BBB e Casa de Vidro

Daniel e Mau Mau queriam muito entrar no BBB e, em suas trajetórias, se depararam com a Casa de Vidro. Para um, ela foi a salvação. Para outro, o fim de um sonho. Depois do programa, as cobaias de Boninho, diferentemente do que acontece como muitos ex-BBBs, não quiseram seguir carreira artística. Mau Mau, que teve uma exposição maior, ainda aproveitou para ganhar algum dinheiro com presenças VIP, mas recentemente optou por trocar a vida agitada da cidade grande pelo sossego das montanhas.

Daniel Gevaerd com a namorada dez anos após ser eliminado na Casa de Vidro - Arquivo pessoal
Daniel Gevaerd com a namorada dez anos após ser eliminado na Casa de Vidro
Imagem: Arquivo pessoal
O ex-BBB construiu uma pousada ecológica feita com paredes de conteiners em Visconde de Mauá, no Rio, para onde ele se mudou com a noiva, a família e três labradores.

"As metrópoles acabam nos atropelando com uma turbulência de informações e preocupações que mais servem para nos distrair do que progredir espiritualmente. Então, aqui, em contato com a natureza, conseguimos nos concentrar no que de fato é importante", diz ele, que se identifica com a filosofia hippie.

"O tempo que temos aqui é muito curto, o quanto antes 'se desperta da Matrix', mais tempo se tem para viver em paz e com amor entre os que coabitam conosco", diz ele, que planeja se casar no ano que vem.

Se pudesse voltar no tempo e mandar um recado para o seu eu mais novo, Daniel sabe o que diria: "Não se deixe levar pelas vaidades e ilusões que o programa desperta. Foque e concentre-se no que vale tudo aquilo, seis dígitos na sua conta bancária". E um conselho para os futuros moradores da Casa de Vidro? "Sejam enlouquecidos pelo jogo na casa principal. Façam por merecer!", afirma.

O BBB 20 estreia em 21 de janeiro.

Ex-BBB Mau Mau com a noiva, com quem pretende se casar em 2020 - Arquivo Pessoal
Ex-BBB Mau Mau com a noiva, com quem pretende se casar em 2020
Imagem: Arquivo Pessoal

Televisão