PUBLICIDADE
Topo

Famosos


Isis Valverde sobre deixar filho em casa para trabalhar: "Choro, fico mal"

Isis Valverde com o marido André Resende e o filho Rael - Thyago Andrade/Ag. Brazil News
Isis Valverde com o marido André Resende e o filho Rael Imagem: Thyago Andrade/Ag. Brazil News

Rafael Godinho

Do UOL, no Rio

03/01/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Isis Valverde confessa sofrer por deixar Rael em casa para ir gravar novela
  • "Ainda lido muito mal com o fato de não poder estar ali. Choro e fico mal, mas eu vou partida, mesmo"
  • A estrela de Amor de Mãe, novela das 21h da Globo, diz se esforçar para ser a melhor mãe possível
  • Ela ainda afirma que ninguém consegue ser perfeito e que tenta se livrar de cobranças

Isis Valverde, 32 anos, não esconde o quanto tem sido difícil deixar o filho, Rael, de um ano, em casa para ir trabalhar. A artista vive a enfermeira Betina, em Amor de Mãe, atual novela das 21h da Globo.

"Ainda lido muito mal com o fato de não poder estar ali. Choro e fico mal, mas eu vou partida, mesmo. Saio catando os pedaços, tento colar. Se não colou, eu choro e é isso. Segue a vida. Pelo menos eu tento ser a melhor mãe quando estou com ele", declara.

O marido de Isis e pai de Rael, André Resende, 40 anos, revela como faz para amenizar a saudade que o bebê sente da mãe quando ela está gravando.

"Ela fala com ele o tempo todo por chamada de vídeo, também tem vezes em que o Rael vai para o Projac. Lá tem um lugarzinho para criança, e ele já acompanhou a mãe no trabalho. Tem sempre como dar um jeitinho e matar a saudade. Ele sente muita falta da mãe e consegue identificar quando ela não está. Se vê uma foto de mulher, ele logo fala: 'Mamãe'. Tudo é mamãe", conta.

Ísis Valverde posta foto com o filho, Rael - Reprodução/Instagram
Ísis Valverde posta foto com o filho, Rael
Imagem: Reprodução/Instagram
A estrela garante que, apesar de sentir falta do filho, ela nunca pensou em abrir mão da carreira e tenta não se cobrar muito.

"Estou tentando ser a melhor mãe que posso, e meu filho sabe disso. Acho que a criança sente. Então, estou tranquila. Nenhuma mãe é perfeita, e temos que botar isso na nossa cabeça, senão não seremos felizes. Não podemos nos culpar."

André concorda com a mulher e reforça: "Temos que aproveitar cada momento. Ter filho é o maior barato. No início, não sabemos como vai ser, mas depois vai andando e naturalmente vamos nos aprimorando, cada vez querendo mais estar junto".

Isis Valverde, o marido e o filho na frente da árvore de Natal da família - Reprodução/Instagram
Isis Valverde, o marido e o filho na frente da árvore de Natal da família
Imagem: Reprodução/Instagram
Isis diz que o modelo é um paizão: "Ele tem sido um grande parceiro na criação do Rael". Bem-humorado, André relembra os perrengues em suas primeiras trocas de fraldas sozinho. "Ele é um perigo, no começo tinha que botar um paninho, porque era xixi para todo lado. Todo o mundo que cuidou dele já tomou um xixizinho do Rael", diverte-se.

Ao ser questionado com quem o neném se parece mais, o pai se divide. "Ele tem coisas minhas e da Isis. Uma das coisas que ele faz desde molequinho é cruzar os pés quando senta. Olha meu pé", diz o modelo, mostrando seus pés cruzados enquanto dava entrevista.

Isis Valverde amamentando Rael - Reprodução/ Instagram
Isis Valverde amamentando Rael
Imagem: Reprodução/ Instagram
Repercussão da sexualização da foto amamentando Rael

Isis ainda comentou a repercussão gerada em torno de texto publicado pelo site TV Foco, que usou uma postagem sua para sexualizar uma foto da atriz amamentando Rael.

"Acho uma pena. Triste que em 2020 a gente ainda seja obrigada a ler uma matéria dessas. Não dá! Acho que está na hora de evoluirmos, e estou muito feliz pela repercussão. Nenhuma mulher deve ficar quieta, e nenhuma ficou. Nunca vi tantos seios no meu Instagram como depois daquela situação. Com mamães mostrando seus bebês mamando."

Isis Valverde no lançamento de Camélias em Mim - Thyago Andrade/BrazilNews
Isis Valverde no lançamento de Camélias em Mim
Imagem: Thyago Andrade/BrazilNews
Influência da maternidade em seu livro Camélias em Mim

A maternidade também influenciou Isis no processo de criação do seu primeiro livro de poemas autobiográficos, intitulado Camélias em Mim.

"O livro sempre foi para a minha avó. Meu filho chegou logo depois e não teve ligação com esse projeto. Obviamente os textos foram escritos antes e depois de ele nascer. Isso é da vivência que você tem, ao longo do tempo, ao longo da vida. Retalhos de emoções, de flashes, de sentimentos."

Famosos