PUBLICIDADE
Topo

Celular na casa, choro e estratégias: o que rolou em mais um dia de BBB 20

BBB 20: Marcela chora no confinamento - Reprodução/Globo
BBB 20: Marcela chora no confinamento Imagem: Reprodução/Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/01/2020 19h56

A segunda semana do BBB 20 começou e mais acontecimentos marcaram a casa. Depois da eliminação de Lucas Chumbo, que aconteceu na noite de ontem, Felipe passou parte da madrugada pós-paredão especulando situações e estratégias.

"Se o público começar a interpretar que a gente está combinando e tal, que eles [influenciadores do grupo Camarote] são os bonitinhos, vou mandar o público vir aqui no meu lugar e pensar uma estratégia que seja melhor para lidar com uma pessoa que tem 80 milhões de seguidores", comentou o arquiteto.

Choro

No jardim, Marcela caiu no choro enquanto os brothers conversavam na área externa, na madrugada. Pyong e Mari foram consolar a ginecologista. "Aqui dentro é muito cruel", desabafou a sister.

Recusa

No início da manhã, Hadson pediu para ser hipnotizado por Pyong, mas o brother recusou o pedido do ex-jogador de futebol.

Hadson conversa com Pyong - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

Pyong afirmou que não seria bom realizar a hipnose após ter passado a noite em claro e explicou: "A gente gasta uma energia do c******, eu e você, a gente está cansado, passou a noite acordado. Eu prefiro fazer depois com o grupo todo, vai ser mais legal. A pessoa tem que querer e seguir as minhas instruções".

Preocupação

Pyong expressou preocupação com a próxima formação de paredão em conversa com Guilherme e Hadson sobre o assunto. "Você sente que eu continuo sendo o alvo da casa? Que a galera vai continuar focando para me tirar?", perguntou o hipnólogo.

Pyong se preocupa com paredão - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

"Olha, acho que continua sendo você, porque nada mudou em relação ao paredão anterior. Mas as coisas podem mudar, depende de quem for a liderança da semana", respondeu o modelo.

Reclamação

Em papo com Guilherme e Pyong, Hadson reclamou das mulheres da casa. O ex-jogador de futebol disse que está incomodado: "As meninas são muito chatinhas, cara. A gente não pode brincar".

Guilherme concordou, mas elogiou o comportamento de Bianca. "Com ela dá para fazer zoeira, uma pessoa muito legal". Hadson concordou: "Ela é muito show, muito gente boa".

Intriga

Marcela se revoltou ao lembrar do papo que teve com Hadson sobre estratégias. De acordo com o ex-jogador de futebol, existe um esquema para desestabilizar as mulheres comprometidas da casa, colocando Lucas para tentar comprometê-las diante do público.

Marcela, participante do BBB 20 - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

"Nunca imaginei que teria gente que adotaria uma estratégia bizarra como essa logo na primeira semana. Eu escutei até o fim, mas estou revoltada. Eu não vou agora bater de frente, para não ter um paredão Marcela e Gizelly. Então vamos guerrear contra eles. Isso é jogo sujo", comentou a obstetra.

Parceria

Na manhã de hoje, em papo sobre a próxima festa do BBB, Marcela sugeriu que as sisters da edição cuidem umas das outras durante o reality. "Tudo o que for julgamento moral aqui para nós é duplamente do que é para os meninos", comentou a ginecologista.

"Infelizmente", concordou Bianca. "Então a gente pode se cuidar", concluiu Marcela.

Sister

No quarto do líder, na tarde de hoje, Felipe, Lucas e Petrix conversaram sobre Gizelly e a primeira prova de resistência da edição, que deu imunidade para o grupo Pipoca na primeira semana de reality.

Felipe conversa com brothers - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

"A Gizelly mandou muito bem. A Gi é forte, se for resistência, ela vai dar trabalho para c******", avaliou o arquiteto. Felipe completou: "Mas o psicológico dela vai para a casa do c******. Dá para derrubar o psicológico fácil".

Personalidade

Durante o papo no quarto do líder, Felipe, Petrix e Lucas também falaram sobre a personalidade de Pyong. Os brothers fizeram especulações sobre possíveis provas de resistência e falaram sobre como seria o comportamento do hipnólogo se a prova fosse em um carro.

Brothers conversam no quarto do líder - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

"Só não quero entrar no carro junto com o Pyong", revelou o arquiteto. "O Pyong é muito chato", um dos brothers comentou. "Vai hipnotizar o cara", brincou Lucas.

Jogo

Durante uma conversa na academia, Gabi afirmou que não sabe jogar. "Vou pelo meu coração", disse a mineira. "Mas é uma forma de jogar, todo mundo joga com a razão ou emoção", comentou Flayslane.

Gratidão

No quarto, Bianca conversou com algumas sisters sobre o resultado do primeiro paredão da edição, que disputou ao lado de Chumbo. "Estou me sentindo muito grata. É indescritível a sensação de ficar, voltei outra pessoa, porque até então a gente ficava: 'Como eu estou?'. Essa é a sensação boa", comentou a influenciadora digital.

Bianca conversa com sisters - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

"Como se fosse uma resposta né", avaliou Thelma. "Se tivesse porcentagem seria melhor para gente, para saber: 'Ele é odiado ou me amam'", disse Gizelly. "Acho que o mais importante é que não estou sendo odiada", respondeu a carioca.

Celular

Na tarde de hoje, a produção do BBB 20 disponibilizou um celular para os brothers. Houve animação e especulação sobre as regras de uso por parte dos confinados. Algumas sisters tiraram selfies.

Celular do BBB 20 - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

Os participantes foram informados que irão ter tarefas, como fotos e videos, para realizar diariamente no celular. Cada participante tem quatro minutos para realizar as atividades. Se o brother completar a tarefa no tempo correto, é possível ganhar estalecas. O dispositivo não tem internet ou relógio.