PUBLICIDADE
Topo

Famosos


Ben Affleck diz que avó e pai eram alcoólatras: 'Não queria ser como eles'

O ator americano Ben Affleck - John Russo
O ator americano Ben Affleck Imagem: John Russo

20/02/2020 12h55

Resumo da notícia

  • Ben Affleck revelou seu histórico familiar com o alcoolismo
  • Avó e pai do ator lutaram contra o vício, e ela cometeu suicídio
  • 'Eu sempre disse que eu nunca seria assim, nunca faria o mesmo que ele fez', contou

Ben Affleck continua se abrindo sobre sua luta contra o alcoolismo em entrevistas. Após dizer que deixou o papel de Batman devido ao vício e confessar que o divórcio de Jennifer Garner é o seu maior arrependimento, o ator revelou o histórico familiar por trás do alcoolismo.

Falando ao programa "Good Morning America", Affleck admitiu que sua avó e seu pai eram alcoólatras. A matriarca da família, inclusive, se matou com uma overdose de álcool e barbitúricos.

"Na minha infância, meu pai estava bêbado todos os dias. Era um fato da vida", contou. "Conforme isso foi piorando, se tornou muito doloroso. E eu sempre disse que eu nunca seria assim, nunca faria o mesmo que ele fez".

"É claro que eu gostaria que meu pai estivesse sóbrio durante os meus anos formativos, mas o que ele me ensinou foi que é importante para mim estar sóbrio nos anos formativos dos meus filhos", completou.

Affleck teve três filhos no casamento com Garner: Violet (hoje com 14 anos), Seraphina (11) e Samuel (7). O ator disse que, após a reabilitação, tenta passar o maior tempo possível com eles.

"Eu tirei folga por uns meses recentemente, e simplesmente fui pai deles. Coisas simples como dirigir eles até a escola e ir buscá-los depois, ir assistir à aula de natação. A paternidade acontece nestes momentos", definiu.

Ouça o podcast UOL Vê TV, a mesa redonda do UOL sobre televisão com os colunistas Chico Barney, Flávio Ricco e Mauricio Stycer.

Os podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Famosos