PUBLICIDADE
Topo

Famosos


Rainha não é dona da palavra 'real', declaram Harry e Meghan Markle

Príncipe Harry e Meghan Markle caminham pelas ruas de Cape Town, na África do Sul - Mike Hutchings/Reuters
Príncipe Harry e Meghan Markle caminham pelas ruas de Cape Town, na África do Sul Imagem: Mike Hutchings/Reuters

Do UOL, em São Paulo

22/02/2020 10h01

O príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, publicaram um comunicado em seu site declarando que a rainha Elizabeth 2ª não é dona da palavra "Real" em todo o mundo. A reação acontece depois que a monarca ordenou que o casal pare de usar a marca "Sussex Royal", de acordo com jornais britânicos. O casal anunciou no início de janeiro que iria abrir mão de suas funções como membros da família real

No comunicado, o casal acrescentou que, embora nem o governo e nem a rainha sejam donos da palavra "real" internacionalmente, pararia de usar o título este ano: "Embora não haja nenhuma jurisdição sobre o uso da palavra 'Real' no exterior, o duque e a duquesa de Sussex não pretendem usar 'Sussex Royal' ou qualquer variação da palavra 'Real' em qualquer território (dentro do Reino Unido ou não)", informaram.

Harry e Meghan, que são pais de um menino chamado Archie, também comentaram sobre os próximos passos: desenvolver uma organização sem fins lucrativos. "Conforme compartilhado no início de janeiro neste site, O Duque e a Duquesa de Sussex não planejam iniciar uma 'fundação', mas pretendem desenvolver uma nova maneira de efetuar mudanças e complementar os esforços feitos por tantas excelentes fundações em todo o mundo."

O casal já tem data marcada para renunciar aos privilégios da família real. De acordo com a revista People, um porta-voz do casal confirmou que o anúncio será feito formalmente no dia 31 de março deste ano.

Famosos