PUBLICIDADE
Topo

Tainá Müller após 10 dias de sintomas de covid-19: 'Tive medo de morrer'

Tainá Müller - Foto: Reprodução/Instagram
Tainá Müller Imagem: Foto: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/03/2020 17h30

Tainá Müller diz ter quase certeza de que está com a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Ela falou sobre o assunto em uma live transmitida pela Revista Ela em sua conta no Instagram, e revelou estar sofrendo dos sintomas da doença há cerca de 10 dias: febre, dor no corpo e na cabeça e falta de ar.

"Foram 7 dias de febre. E do 3º ao 5º dia uma falta de ar assustadora. Achei que precisaria ir ao hospital. Tive medo de morrer", contou a atriz, que apareceu usando máscara de proteção durante a transmissão. "Eu gabaritei os sintomas. Não é uma gripe comum, dá para sentir. A gripe pega nariz, garganta. Eu sinto que isso é no pulmão. A falta de ar era tão grande que eu tinha que parar para descansar quando estava falando. Era difícil ir até a cozinha", confessou.

Ela também disse que está isolada dentro de casa, evitando ficar ao lado do marido (que tem asma) e do filho Martin, de 3 anos. Tudo para evitar que eles sejam contaminados caso ela esteja mesmo com covid-19. "Eu tentei fazer o teste de todo jeito, mas não tem em São Paulo para quem não está grave o suficiente para ser internado", ponderou.

"Martin me passa conchinhas por de baixo da porta, desenhos", contou Tainá, revelando em seguida o seu medo de transmitir a doença ao marido e ambos fiquem sem condições de cuidar do menino. "Uma das minhas irmãs está com sintomas também e a outra (Titi) está grávida. Não tenho mais ninguém em São Paulo".

No papo, Tainá contou que se mudou para a capital paulista por causa de sua irmã. "Neste ano estava tudo se encaixando. Eu estava há 8 anos no Rio, mas quis vir para São Paulo por causa da gravidez da Titi. Vim para cá para ficar perto dela e não estou. É muito doido. Fico preocupada. Mas acho que ela vai ter força e muita história para contar para o Benjamin", frisou.

Tainá também contou que negligenciou o uso do álcool em gel no começo da pandemia - e que talvez isso tenha sido determinante para que ela possa ter sido infectada. "Agora eu espero que seja mesmo o vírus, porque para passar por tudo isso, pelo menos era bom ficar imunizada", disse.

Por fim, ela refletiu sobre como será o estado do planeta quando a pandemia passar. "Não adianta pensar que vamos voltar para a vida de antes. Por que o mundo já mudou", vaticinou.

Famosos