PUBLICIDADE
Topo

Fátima diz que medidas contra pandemia poderiam ter começado no Carnaval

Fátima Bernardes - Reprodução/TV Globo
Fátima Bernardes Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

04/05/2020 11h29Atualizada em 04/05/2020 13h17

Durante o "Encontro" de hoje, a apresentadora Fátima Bernardes relembrou o agito do Carnaval e disse que medidas preventivas contra a pandemia do novo coronavírus poderiam ter começado durante o período da festa.

"Eu, hoje, fico pensando assim: 'Nossa, o Carnaval. Eu estava no Carnaval, tive contato'. Todo mundo teve. Podia ter começado já [a ter medidas preventivas]. O primeiro caso [no Brasi] foi em março, eu acho, bem perto. Quantos turistas vêm para vários lugares do Brasil nesse período?", questionou.

"Aí eu noto que a gente não tinha total noção [da gravidade da situação]. Se tivéssemos, não teríamos aquele tipo de manifestação", completou a apresentadora.

O Brasil confirmou o primeiro caso de covid-19 em 26 de fevereiro, a quarta-feira de cinzas de 2020. Na mesma data, o mundo todo contabilizava mais de 81 mil casos do novo coronavírus, e mais de 2.700 mortes.

Fátima ainda falou sobre a forma como percebeu a gravidade da pandemia. "Foi um processo, comigo. [Começou] quando a gente começou a incorporar o álcool em gel o tempo inteiro. Eu até tinha na bolsa, um pequeno, mas era para uma emergência, não para toda hora", relatou.

"Agora, o dia que eu cheguei aqui e a gente fez o primeiro programa sem plateia, eu falei: 'Meu Deus, realmente o que a gente imaginava aconteceu'", disse.

Televisão