PUBLICIDADE
Topo

Flay nega amizade tóxica com Mari e diz que está no grupo de risco da covid

Flay e Mari durante festa do "BBB 20" - Reprodução/Globoplay
Flay e Mari durante festa do 'BBB 20' Imagem: Reprodução/Globoplay

Do UOL, em São Paulo

06/05/2020 11h04

Flayslane compareceu hoje ao "Encontro com Fátima Bernardes" para falar de sua participação no "BBB 20". Na entrevista, ela negou que sua amizade com Mari Gonzalez no reality show foi tóxica ou "sufocante" para as duas, como definiu Fátima em uma pergunta.

"Eu acho que a gente tinha visão de jogo diferente. E tudo o que a gente falava dentro da casa era em relação a jogo. Nós estávamos muito unidas, éramos só uma pela outra, e ao mesmo tempo víamos o jogo de formas muito diferentes", comentou.

"Não dá para anular o programa inteiro que a gente viveu, de amizade e cumplicidade, e resumir a nossa trajetória a um final onde tudo estava desgastado, todos os sentimentos. A Mari estava muito mais forte do que eu dentro do jogo. Eu estava querendo muito o meu filho, a minha família", explicou ainda.

"Tenho certeza que ela tem essa consciência, que eu a amo muito, e que ela me ama muito. A nossa amizade, como ela mesma disse, não se resume a um momento de vulnerabilidade que tivemos no final", completou.

Coronavírus

A cantora também revelou que está no grupo de risco na pandemia do novo coronavírus, devido a problemas respiratórios crônicos, como bronquite asmática. "Demorou muito para cair a ficha que era tão sério, que era no mundo inteiro, e tão grave", contou.

"Eu fiquei bem assustada. Estou em casa com o meu filho, com a minha mãe e com a minha irmã", disse ainda. "Eu e minha irmã temos a mesma doença respiratória. Se isso entra aqui dentro de casa, seria um caos".

"Eu tive uma crise de bronquite no 'Big Brother'. Eles viram, minha respiração chiava muito. Se eu pego o coronavírus em uma situação daquelas, a minha chance de sobreviver é muito pequena", completou.

O atraso para entender a realidade da doença ainda foi usado por Flay para justificar o seu encontro com Bianca Andrade após sair do "BBB". "Quando a gente sai, é tanta informação para captar, a gente demora um pouco", disse.

"Eu estava muito louca para matar as saudades da Bianca e do Gui. Eu fui vê-los, direitinho, de máscara, e recebemos algumas críticas. Daí uma amiga ligou para mim e disse: 'Cara, se toca, você é do grupo de risco'", contou ainda.