PUBLICIDADE
Topo

'Não peguei essa doença', disse Daisy Lúcidi antes de morrer de covid-19

Do UOL, em São Paulo

07/05/2020 09h41

A atriz Daisy Lúcidi, 90 anos, não acreditava que havia se contaminado com o coronavírus pouco antes de morrer de covid-19, no Rio de Janeiro.

A informação foi divulgada por Luiz Claudio Mendes, neto da atriz, em uma mensagem de despedida que escreveu para a avó.

"Semana passada, apesar de toda precaução que estávamos tendo com ela, minha avó passou mal. A caminho do hospital disse para minha irmã: 'Não se preocupe não minha filha, não peguei essa doença'. Ironia do destino" lembrou Mendes.

"Seu forte amor pela vida, o motor que sempre a moveu, não a fazia enxergar a dura realidade dos números e a levou falsamente a acreditar que a morte não era opção", completou o neto.

Veja principais personagens da carreira de Daisy Lúcidi

Com uma carreira extensa pela TV e até mesmo passagem pela política — foi vereadora e deputada estadual no Rio de Janeiro —, a última participação de Daisy nas novelas foi em 2014, em Geração Brasil.

A atriz era casada com o jornalista esportivo Luiz Mendes, que morreu em 2011 em decorrência da leucemia. Após estrelar tramas da TV Tupi ("Enquanto Houver Estrelas") e da TV Rio ("João da Silva") no começo da carreira, Daisy estreou na Globo em 1974, em "Supermanoela".

A carioca se afastaria da TV pouco depois, no entanto, para seguir carreira política. Foi vereadora e deputada estadual pelo Rio de Janeiro, pelos partidos PDS, PFL e PPR.

Depois de 31 anos longe da TV, retornou em "Paraíso Tropical" (2007), de Gilberto Braga, como a síndica viúva do prédio onde moravam vários personagens da trama. Em "Passione" (2010), de Silvio de Abreu, Daisy interpretou Valentina, que escondia ambição inescrupulosa por trás de verniz amigável.

Em 2013, a atriz fez uma participação especial no seriado "Tapas & Beijos", interpretando a mãe de PC (Daniel Boaventura). Voltou às novelas, ainda, em 2014, em "Geração Brasil", como Marlene, a irmã de Madá (Lady Francisco).

Famosos