PUBLICIDADE
Topo

Marcela diz que dará 'abraços grátis' quando puder sair da quarentena

A ex-BBB Marcela Mc Gowan - Reprodução/Instagram
A ex-BBB Marcela Mc Gowan Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/05/2020 17h24

Em seu Instagram, a médica e ex-BBB 20 Marcela Mc Gowan ofereceu um alento para seus fãs que estão enfrentando problemas para atravessar o período de isolamento social, necessário para ajudar a conter o avanço do novo coronavírus.

Ela publicou uma foto em que aparece segurando um cartaz escrito "Free Hugs" (abraços grátis, em tradução literal). Segundo ela, esse será o cartaz que ela vai segurar quando sair na rua pela primeira vez após a quarentena terminar.

"Como eu vou sair de casa depois da quarentena! Que saudade de abraçar as pessoas que eu tô!", escreveu. "Mas vai chegar o momento disso! O momento agora é de ficar em casa! Sintam-se virtualmente abraçados", finalizou.

Mais cedo, Marcela decidiu conversar com seus seguidores para falar como está sendo sua vida após sair do BBB 20. A médica confessou que teve dias difíceis após voltar a realidade, mas que agora está muito feliz.

"Não fui para o BBB para ser uma celebridade, fui para viver uma aventura. Não sabia que o pós-BBB era isso, não sabia da dimensão que é sair de uma casa com tanta gente te conhecendo, com tantas propostas. Também não fui para o BBB para representar nenhuma grande luta. É óbvio que meus princípios, que as coisas que eu aprendo, que estão dentro de mim, são dissociáveis de quem eu sou, mas fui para o BBB para me divertir", afirmou ela.

Fora da casa, ela disse que já levava uma vida em torno de alguns assuntos discutidos no reality: "Já vivia uma vida em torno disso, de estar aprendendo, desconstruindo, lutando para as mulheres. Desde que comecei a trabalhar com humanização de parto, passei ginecologia natural, sexualidade, essas coisas exigiram muito que eu tivesse uma postura mais firme aqui fora. Dentro do BBB, eu quis explodir, dar risada, festar, participar de prova", explicou

Marcela contou que ao ver dimensão que o programa tomou em sua vida foi assustador e que voltou a fazer terapia. "No primeiro momento você quer aceitar as publicidades, todo mundo diz que você tem que aproveitar pra se jogar, pra mídia te conhecer, que essa fama de ex-BBB passa. E tudo isso vem e atormenta, bagunça sua cabeça. Eu me perdi de mim em algum momento. Me perdi nas críticas. Precisei recomeçar a terapia e me reconectar comigo", declarou.

A loira, que chegou a ser acusada de racismo dentro da casa, está estudando mais ainda sobre o assunto e sobre feminismo negro.

"Quero estudar outras realidades e qualquer outra coisa que eu tenha sido falha. Para mim, informação é o que mais empodera a gente", afirmou.

Especial BBB20