PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Repórter é interrompido por gritos de 'Globo lixo' ao vivo na Globonews

Repórter é interrompido por gritos de "Globo lixo"

Do UOL, em São Paulo

25/05/2020 13h14

A entrada ao vivo do repórter Vladimir Vilaça durante a edição das 10 do Jornal Globonews teve que ser interrompida hoje por causa dos gritos de uma manifestante. O jornalista dava informações direto de Belo Horizonte, onde o comércio iniciou uma reabertura nesta semana, flexibilizando medidas mais restritivas pela pandemia do coronavírus.

Vilaça foi interrompido por gritos repetitivos de "Globo lixo". A manifestante não foi mostrada no vídeo, mas o protesto foi ficando cada vez mais presente na transmissão e começou a ficar difícil entender o que o repórter falava.

A apresentadora Aline Midlej então interrompeu o link ao vivo e a transmissão retornou para os estúdios do canal por assinatura.

"Lamentável ver uma figura, diante do que a gente está enfrentando, atrapalhar e desrespeitar o trabalho de um repórter", disse Aline. "Simplesmente não dava mais para ouvir ele diante dos gritos dessa senhora".

A âncora ainda lembrou uma fala do diretor-geral da OMS (Organização Mundial de Saúde), Tedros Adhanom, para mostrar sua indignação.

"Impressionante, né? O Tedros disse que essa pandemia mostraria o melhor e o pior do ser humano", comentou a apresentadora.

Interrupção não foi a primeira

Curiosamente, Vladimir Vilaça já havia protagonizado uma outra interrupção em uma entrada ao vivo, mas essa muito mais breve e por motivos bem diferentes. Em outubro do ano passado, o repórter falava para o Bom dia Minas, da TV Globo local, quando foi abordado por duas idosas.

Vilaça estava em frente a um hospital e ouviu um elogio de uma das idosas, que o chamou de "gracinha". Ele rapidamente respondeu, deu "bom dia" e continuou a passar as informações.

Ah! O repórter foi super simpático

Uma publicação compartilhada por Virei Jornalista (@vireijornalista) em

Televisão