PUBLICIDADE
Topo

Taís Araújo exalta ícones negros e diz que ser antirracista requer coragem

Taís Araujo  - Reprodução/Instagram
Taís Araujo Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL

03/06/2020 14h27

Taís Araújo tem uma voz ativa e importante nas redes sociais. Ela busca sempre se manifestar em prol da luta negra e feminina, e isso não tem sido diferente em meio a onda de protestos devido a morte do norte-americano George Floyd. Ontem, a artista fez uma publicação relembrando vidas que foram perdidas por conta da violência e hoje, ela reforçou a importância de ser antirracista, e que vai muito além de uma simples declaração.

"Eu tenho visto muitas pessoas na internet esses dias se classificando como antirracista, o que eu acho ótimo, é muito importante. Mas é preciso dizer que tudo já foi dito, muita coisa já foi feita e pouquíssimas coisas foram mudadas, aqui e lá. Bom, são gerações após gerações, filhas após mães, filhos após pais, lágrima após lágrima, sofrimento após sofrimento. Perdas após perdas", disse Taís Araújo em um vídeo postado no Instagram.

Ela também citou importantes nomes da luta negra como Martin Luther King Jr., Nina Simone, Lélia Gongalez, Sueli Carneiro e mais. "Se você se diz antirracista é importante que você saiba que você vai ter que ser firme. Vai ter que ter coragem e que você tem muito trabalho pela frente, seja bem-vindo", finalizou a atriz.

Na publicação feita anteriormente, Tais relembrou dos brasileiros João Pedro Mattos Pinto e Ágatha Felix, e de George Floyd, que foi citado acima, e outras tantas pessoas mortas em ações policiais.

"É pela Cláudia Silva Ferreira, Jenifer Cilene, Kethellen de Oliveira Gomes, Kauã Rozário, Kauê Ribeiro, pela Agatha Félix, por João Pedro Mattos, Marielle Franco, George Floyd e outras tantas pessoas que tiveram suas vidas arrancadas. Para todos e por todos que ainda estão vivos", escreveu a artista.

Famosos