PUBLICIDADE
Topo

'Não podemos parar de lutar por justiça', protesta Miley Cyrus

Miley Cyrus em protesto contra a morte de George Floyd, nos Estados Unidos - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Miley Cyrus em protesto contra a morte de George Floyd, nos Estados Unidos Imagem: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Colaboração para o UOL

04/06/2020 11h16

Miley Cyrus se juntou ao Movimento Black Lives Matter. Nos Estados Unidos, estão acontecendo manifestações há 9 dias para protestar contra a morte do norte-americano George Floyd, que foi asfixiado por um policial em Minneapolis, no estado de Minnesota, no final de maio. A cantora se juntou as celebridades que foram às ruas lutar pela causa.

"Ontem eu me uni aos meus amigos e vivenciei o poder dos protestos pacíficos organizados pelo Black Lives Matter Los Angeles, em frente a casa do prefeito Eric Garcetti, com um simples pedido: restringir o financiamento da polícia. Tem muito trabalho a ser feito para acabar com o racismo estrutural e a supremacia branca em nosso país, e eu, pessoalmente, ainda tenho muito o que aprender e apoiar", disse Miley.

A cantora disse também que a luta não pode parar: "Hoje, as acusações contra o policial que matou George Floyd foram registradas como assassinato em segundo grau e os outros três policiais envolvidos na morte dele vão ser indiciados também. Nós não podemos parar de lutar por justiça - justiça por George Floyd, por Breonna Taylor, por Tony McDade, por Ahmaud Arbrey, e por tantos nomes que ainda não conhecemos. Vidas negras importam".

miley protesto - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Imagem: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Famosos