PUBLICIDADE
Topo

Repórter da GloboNews é empurrada ao vivo por policial em protesto nos EUA

DO UOL, em São Paulo

05/06/2020 07h55

A repórter Carolina Cimenti, da GloboNews, foi empurrada por um policial durante a cobertura ao vivo de um protesto em Nova York, nos Estados Unidos, contra o racismo após a morte de George Floyd.

Ao tentar se aproximar, ao lado do cinegrafista Alex Carvalho, de um manifestante que estava sendo detido, Carolina foi afastada por um policial. As imagens mostram o oficial, ao mesmo tempo em que grita "vá para a calçada", abrindo espaço com o braço e empurrando a repórter.

Carolina Cimenti então diz "não me toque" e reclama da postura. "Polícia está agredindo a gente também, eu e o Alex Carvalho. Polícia extremamente truculenta aqui, eu e ele sendo empurrados com muita agressividade aqui", disse.

Apesar do momento tenso, Carolina seguiu a cobertura mostrando ao lado do cinegrafista imagens da polícia reprimindo o protesto.

Os Estados Unidos registraram ontem a décima noite de protestos, que explodiram após George Floyd morrer depois que um policial branco ajoelhou sobre seu pescoço durante quase nove minutos em Minneapolis, no dia 25 de maio. O caso ressuscitou a questão da brutalidade policial contra afro-americanos. ONU (Organização das Nações Unidas), Papa Francisco e líderes mundiais criticam a violência policial no país.

Segundo levantamento da AP, mais de 10 mil pessoas já haviam sido detidas em manifestações pelos Estados Unidos até quarta-feira. Balanços iniciam indicam que ontem, em Nova York, pelo menos 30 manifestantes foram detidos.

Televisão