PUBLICIDADE
Topo

Valesca comenta morte de Miguel e lembra caso vivido pela mãe, ex-doméstica

Valesca ao lado da mãe, Regina Célia dos Santos - Reprodução / Instagram
Valesca ao lado da mãe, Regina Célia dos Santos Imagem: Reprodução / Instagram

Do UOL, em São Paulo

05/06/2020 15h17

Filha de uma ex-funcionária doméstica, Valesca Popozuda usou o Twitter para comentar o caso do menino Miguel, que morreu ao cair do 9º andar em Recife. Em uma série de publicações, a cantora lembrou que acompanhava a mãe no trabalho quando era criança e viu ela ter um prato de comida negado pela patroa.

"Tem um trecho do meu livro que eu conto quando minha mãe era doméstica e precisava me levar com ela, era o único momento do dia que a gente tinha a refeição, e um dia uma ex-patroa dela reclamou que minha mãe iria fazer dois pratos, naquele dia minha mãe não almoçou, apenas eu almocei", escreveu Valesca.

"Quando eu vejo pessoas argumentando porque a mãe do Miguel levou ele, eu lembro da minha mãe que não tinha com quem me deixar, ela precisava me levar, e eu ajudava minha mãe com oito anos a fazer faxina para que ninguém reclamasse que eu estava lá", completou.

A cantora ainda explicou que conseguiu mudar a condição de vida da mãe conforme foi progredindo em sua carreira no funk.

"Quando eu fiz sucesso, e pude tirar minha mãe da casa dos outros eu tirei, falei pra ela: a partir de hoje a senhora não trabalha mais pra ninguém, não precisa mais disso! Graças a Deus até hoje consigo manter ela em casa, agora ela está se curando de um câncer e eu cuido dela", finalizou.

Miguel Otávio Santana da Silva, de cinco anos, caiu do 9º andar de um prédio do condomínio Pier Maurício de Nassau, em Recife, na última terça-feira (2). A patroa da mãe da criança estava responsável pelo garoto quando o acidente aconteceu.

Famosos