PUBLICIDADE
Topo

'Totalmente Demais': Afinal, Eliza deveria terminar com Arthur no final?

Fábio Assunção, Marina Ruy Barbosa e Felipe Simas em "Totalmente Demais" - Globo/Arthur Meninea
Fábio Assunção, Marina Ruy Barbosa e Felipe Simas em 'Totalmente Demais' Imagem: Globo/Arthur Meninea

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

09/06/2020 04h00

Sim, a pergunta parece meio sem propósito. Afinal, quem assistiu à exibição original de "Totalmente Demais" sabe muito bem que Eliza (Marina Ruy Barbosa) terminou com (spoiler!) Jonatas (Felipe Simas), e não com Arthur (Fábio Assunção).

Sim, sim, a decisão fez a alegria de metade dos espectadores na época — e deixou a outra querendo arrancar todos os fios de cabelo e provavelmente com vontade de socar umas paredes por aí.

Mas, talvez o fato mais impressionante seja que, mesmo com o público já sabendo o final, a questão de que rumo o triângulo amoroso da novela das 19h deveria tomar gera discussão até hoje, com fãs comentando e fazendo, acredite, enquetes sobre o tema (até a Globo entrou na jogada).

Para qual destes casais você torce? Arthur e Eliza (Arliza) ou Jonatas e Eliza (Joliza)? Vote! ?? #TotalmenteDemais

Publicado por Gshow - O Entretenimento da Globo em Quarta-feira, 20 de maio de 2020

Pois é, os ships "Joliza" (Eliza e Jonatas) e "Arliza" (Eliza e Arthur) estão mais vivos do que nunca! Tanto, que fãs clamaram para que a Globo exibisse um fin alternativo para a novela, algo que ela prontamente negou que faria.

Mas, afinal das contas, a pergunta que não quer calar, que vale um milhão de dólares e que todo mundo queria que tivesse uma resposta mais objetiva: a Eliza deveria ter terminado com o Arthur no final da novela?

Esse é um questionamento que inevitavelmente passa por preferência pessoal: você se considera "Joliza" ou "Arliza"? No caso, este repórter que vos fala sempre torceu por Arliza durante a exibição original da novela, mesmo sabendo que era um casal com poucas chances de vingar.

Vamos estabelecer uma coisa: nem Jonatas nem Arthur são homens ideias, muito pelo contrário, os dois têm defeitos e colocaram Eliza em situações constrangedores em mais de uma ocasião — Arthur, por exemplo, fingiu que havia desistido de treinar Eliza só para que ela se sentisse acuada a participar do concurso a todo custo.

Mas, contudo, entretanto, porém, todavia, é inegável que o casal "Arliza" é mais interessante do ponto de vista de dramaturgia, por ser mais original. Jonatas foi o primeiro amor de Eliza, era da idade dela, era uma escolha óbvia. Arthur era um homem mais maduro, teve um relacionamento mais conturbado, e acho que todos podemos concordar que Fábio Assunção tem aquele charme que, olha, complicado...

Ao mesmo tempo é preciso levantar um outro aspecto: existe a crítica de que Arthur seria velho demais para ficar com Eliza.

Entretanto, os dois são maiores de idade, e os autores Rosane Svartmann e Paulo Halm construíram a história de tal jeito que levaram o público a simpatizar também por Arthur, desenvolvendo uma química inesperada entre os personagens (ajuda que Fábio e Marina estão ótimos nos papéis).

O fato é que o romance com Arthur levaria a trama para caminhos diferentes do habitual de uma novela, seria algo inesperado. Jonatas é a escolha mais simples, que já estava lá, porém, isso também não significa que o personagem não tenha seus méritos, algo que fica mais evidente na reprise.

Ele e Eliza têm personalidades parecidas, têm histórias de vida parecidas, e também atraem a paixão de um público fundamental para essa novela: o público jovem.

Os dois personagens conseguiram seus próprios fãs que puxaram — e puxam até hoje — torcidas para eles. E claro que nunca saberemos como teria sido se Eliza tivesse terminado com Arthur; a Globo garantiu isso.

Mas, provavelmente, o resultado seria muito parecido: um lado dos espectadores ficaria feliz, o outro ia fazer manifestação na Paulista (olha que é provável!). Arthur parece sim a opção mais "diferentosa", mas Jonatas também tem suas qualidades.

E quer saber? Eliza podia muito bem ter terminado a novela sozinha, ela é uma moça forte, independente e cheia de segurança.

Olha só: talvez esse pudesse ter sido o final real, ou pelo menos a alternativa pela qual tanta gente pediu.

Totalmente Demais