PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Globo encerra polêmica sobre final alternativo para 'Totalmente Demais'

Juliana Paes é Carolina em "Totalmente Demais" - Reprodução / Internet
Juliana Paes é Carolina em "Totalmente Demais" Imagem: Reprodução / Internet
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

01/06/2020 00h05

Resumo da notícia

  • Globo decide: possibilidade de um final diferente nunca existiu
  • Isolamento social fez disparar audiência e motivou pedidos
  • Reprise fica no ar até outubro

Apesar de a edição especial de "Totalmente Demais" ficar no ar até outubro, não existe nenhuma chance de final alternativo para os personagens de Marina Ruy Barbosa, Fábio Assunção, Juliana Paes e Felipe Simas na trama.

Esta é a posição oficial da Globo e também da autora Rosane Svartman. Só existe um desfecho gravado, o exibido originalmente, e será esse mesmo.

Todo mundo já sabia disso, que seria impossível pensar em um final alternativo, mas em função da manifestação de atores e fãs nas redes sociais, essa possibilidade chegou a ser imaginada.

Até a RPC, afiliada no Paraná, chegou a entrar nessa e, há poucos dias, colocou no ar uma enquete - Com quem Eliza (Marina Ruy Barbosa) deve ficar em 'Totalmente Demais'?

Mas, nada a ver. A Globo já colocou uma pedra em cima. Não terá e pronto.

Mesmo porque não tem nada inédito guardado na gaveta e ninguém sequer pode imaginar qualquer nova gravação nesta altura dos acontecimentos

A audiência de "Totalmente Demais" disparou em todo País nesse período de isolamento social, de acordo com dados do Kantar Ibope. Muitos estão acompanhando a novela pela primeira vez e revelando suas "torcidas", independentemente da decisão conhecida.

*Colaborou José Carlos Nery

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco