PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Noiva de José de Abreu, Carol Junger fala da vida a dois na Nova Zelândia

Carol Junger e José de Abreu - Reprodução/Instagram
Carol Junger e José de Abreu Imagem: Reprodução/Instagram

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

18/06/2020 04h00

José de Abreu e a noiva, Carol Junger, moram há quatro meses na Nova Zelândia. O país foi um dos menos atingidos pelo novo coronavírus e a maquiadora contou ao UOL como tem sido a vida deles por lá.

Demos muita sorte de estar aqui quando a pandemia se agravou e teve o lockdown, acabou sendo um dos países mais seguros do mundo, e a primeira-ministra fez um ótimo trabalho fechando as fronteiras bem cedo e acalmando a população quando aparecia ao vivo na TV, quase todos os dias

Apesar de a primeira-ministra, Jacina Ardern ter anunciado na semana passada que o país tinha zerado o número de infectados, essa semana registrou dois novos casos. Mesmo assim, Carol explica que a população respeitou o período de isolamento social.

"Todos foram educados e respeitaram 100% das recomendações, ajudando a não aumentar o número de pessoas contaminadas. Ficamos em quarentena por um mês e duas semanas. Se mantiveram algumas restrições e em e todo o lugar que vamos, temos que deixar nome e telefone ou usar o aplicativo que desenvolveram para isso", conta Carol.

Sem data para voltar ao Brasil

Carol Junger e José de Abreu moram há meses na Nova Zelândia - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Carol Junger e José de Abreu moram há meses na Nova Zelândia
Imagem: Arquivo pessoal

Contando com a Nova Zelândia, Zé e Carol viajaram por 12 países em três continentes, entre eles Tailândia, Indonésia e França e não têm planos de voltar ao Brasil.

"Pretendemos ficar aqui na Nova Zelândia até quando for possível. Estudo inglês durante a semana e moro na parte norte, que se chama North Shore. Tenho uma scooter e piloto até uma estação de ônibus, que é a uns 10 minutos da minha casa e vou até a cidade. North Shore e Auckland são separados por uma ponte e é proibido atravessá-la com a scooter".

Casamento

Zé de Abreu pediu Carol em casamento durante a passagem dos dois pelas Ilhas Maldivas! Veja abaixo a surpresa apaixonada que ele fez!

O casamento, segundo Carol, deve sair em breve. Eles estão juntos há mais de um ano.

Pretendemos oficializar nossa união, mas ainda estamos planejando quando e onde porque queremos uma cerimônia diferente, fora do comum

Preconceito

Carol tem 22 anos e José de Abreu, 74. Ela conta que no Brasil enfrentaram preconceito por conta da diferença de idade entre eles, mas no novo país vivem tranquilos e felizes.

No Brasil ainda existe muito preconceito sim, mas aqui temos muita liberdade para ser quem somos, então nada nos incomoda, vivemos muito bem

Trabalho

José de Abreu anunciou que seu contrato com a Globo se encerra no final de junho, após 40 anos, e que ambos chegaram a um acordo e não vão renovar. Os futuros trabalhos do ator na emissora devem ser contratos por obras e, por enquanto, ele pretende investir na carreira internacional.

"O Zé foi convidado para um projeto e estão em fase de planejamento e preparação. Eu super apoio essa decisão, sei que ele é muito capaz de fazer uma carreira internacional porque ele é um profissional excelente".

Carol dá aulas de automaquiagem e pretende se especializar ainda mais na área. Ela possui um Instagram profissional, onde costuma dar dicas.

"Estou fazendo vídeos para a minha página profissional no Instagram e nos próximos meses pretendo estudar maquiagem artística e efeitos especiais".

Ataques políticos

Por se posicionar politicamente nas redes sociais, José de Abreu, que é crítico ferrenho do governo Bolsonaro, e chegou a se autoproclamar presidente do Brasil no início do ano passado, sofre ataques frequentes. Essa era uma das preocupações da noiva do ator, que explica que era difícil eles saírem tranquilos pelas ruas.

"Na nossa primeira viagem juntos para Buenos Aires, fomos atacados duas vezes com ofensas e xingamentos e no Brasil presenciei pessoas implicando com ele para chamar a atenção e conseguir uma briga".

Por causa disso, o Zé quase não saía de casa, tendo uma vida muito restrita. Sair nas ruas era muito perigoso e estressante para a gente. Já aqui na Nova Zelândia vivemos em paz

Em março do ano passado, ele foi recebido com gritos de "presidente" por um grupo de apoiadores no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Famosos