PUBLICIDADE
Topo

Distanciamento de William e Harry começou no divórcio dos pais, diz livro

Os príncipes Harry e William - Max Mumby/Indigo/Getty Images
Os príncipes Harry e William Imagem: Max Mumby/Indigo/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

22/06/2020 10h50

O relacionamento de irmãos dos príncipes William e Harry mudou muito enquanto eles cresciam, de acordo com o escritor Robert Lacey, que está para lançar o a biografia não-oficial "Battle of Brothers: William and Harry — the Friendship and the Feuds". Em português, o título pode ser traduzido como Batalha de Irmãos: William e Harry - A Amizade e as Controvérsias.

Segundo a revista People e o tabloide The Sun, Lacey disse que a pesquisa para o livro o surpreendeu e o emocionou. Segundo o escritor, a semente da discórdia entre eles começou com o divórcio dos pais, o príncipe Charles e a princesa Diana, em 1992.

Lacey trabalhou como consultor histórico da série "The Crown" e diz que "os dois irmãos - antes inseparáveis e agora mais separados do que pela mera distância - vêm agindo em contradição desde a infância: desde o fim do casamento dos pais".

O livro Battle of Brothers: William and Harry - the Friendship and the Feuds - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
O livro Battle of Brothers: William and Harry - the Friendship and the Feuds
Imagem: Divulgação/Amazon

O escritor diz que já se viu conflitos na família real, "mas nenhum tão profundo quanto este".

As desavenças teriam se aprofundado com os casamentos de William (38) com Kate Middleton e de Harry (35) com Meghan Markle. E mais ainda quando Harry e Meghan se afastaram da família real e se mudaram para Los Angeles, com o filho Archie.

"Muito reportado, mas pouco compreendido, o fato é que os filhos de Diana viveram sob duro exame minucioso desde que nasceram. Eles foram criados para serem irmãos próximos, mas os últimos 18 meses foram uma ruptura devastadora de um laço que antes era inquebrável", diz a sinopse do livro.

O livro tem previsão de lançamento para outubro deste ano.

Famosos