PUBLICIDADE
Topo

Princesa francesa Hermine de Clermont-Tonnerre morre após um mês em coma

A princesa Hermine de Clermont-Tonnerre, estilista e jornalista - Reprodução
A princesa Hermine de Clermont-Tonnerre, estilista e jornalista Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

12/07/2020 10h10

A princesa Hermine de Clermont-Tonnerre morreu em Paris, depois de ficar quatro semanas em coma após um acidente de moto. A francesa de 54 anos foi estilista da Dior por muitos anos e também era escritora e atriz.

A morte ocorreu no dia 3 de julho e foi confirmada pela família na última sexta-feiraem, um comunicado publicado no site da revisa "Point de Vue", da qual ela foi colaboradora nos anos 1990.

"Hermine nos deixou nesta sexta-feira às 10h45, após um mês em coma no hospital Kremlin-Bicêtre, depois de um trágico acidente de moto. Ela morreu ao lado de toda a família ", disse o comunicado assinado pelo irmão da francesa, Aynard de Clermont-Tonnerre, e seu ex-marido, o empresário Alastair Cuddeford.

"A família e os amigos de Hermine vão guardar na memória a mulher incrível e de coração grande que sempre tinha tempo para os outros", completou a nota.

Ao longo do último mês, muitos amigos postaram fotos da francesa nas redes sociais pedindo orações pela recuperação da princesa.

Depois de atuar como estilista da Dior nos anos 1980, Hermine criou uma agência de comunicação e eventos. Publicou livros de ficção e guias de comportamento, além de ter feito pontas em filmes e participado de reality shows.

Ele era a única filha do duque Charles Henry de Clermont-Tonnerre e Anne Moranvillé e foi casada com Alastair Cuddeford de 1999 a 2009, com que teve dois filhos, Allegra and Calixte.

Famosos