PUBLICIDADE
Topo

Madonna afirma que não pagou multa após defender comunidade gay na Rússia

Madonna em show da turnê "Madame X" - Reprodução
Madonna em show da turnê "Madame X" Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/07/2020 16h58

Madonna usou sua conta no Instagram para relembrar um discurso que proferiu em favor da comunidade gay em um show realizado na Rússia.

Na legenda da postagem, a cantora de 61 anos disse que recebeu uma multa alta das autoridades locais por causa de seu discurso — o país é conhecido por oprimir a comunidade LGBT, do qual ela é uma apoiadora histórica.

"Fiz esse discurso no show em São Petersburgo, há oito anos. Fui multada pelo governo em $1 milhão pelo apoio à comunidade gay. Eu não paguei", escreveu Madonna, publicando o vídeo do momento em que realizou o discurso durante a turnê "MDNA".

No vídeo, ao ter seu nome gritado pelos presentes, Madonna pediu a todos que não tivessem medo.

"Queremos lutar pelo direito de sermos livres, de sermos quem nós somos. É um tempo muito estranho. Tenho viajado pelo mundo e sinto isso no ar. Pessoas estão ficando mais e mais amedrontadas com aqueles que são diferentes. E estão ficando mais intolerantes", disse ela na ocasião.

O público, então, passou a levantar placas com as cores do arco-íris. Ela continuou falando: "Mas nós temos o poder para mudar isso. Não precisamos usar a violência, mas o amor", afirmou, dizendo na sequência que a comunidade gay na Rússia — e em qualquer lugar do mundo — precisa ter seus direitos assegurados.