PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Felipe Neto explica frase imprópria em livro: 'Falava muito palavrão'

Felipe Neto diz que seu livro foi escrito em 2017 e está datado - Reprodução/Instagram
Felipe Neto diz que seu livro foi escrito em 2017 e está datado Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em Santos

23/07/2020 10h38

Felipe Neto foi às redes sociais explicar expressões consideradas impróprias ao público infantojuvenil em seu livro "Felipe Neto: A trajetória de um dos maiores youtubers do Brasil". O empresário explicou que, quando escreveu a obra, ainda não fazia conteúdo para pessoas nessa faixa de idade.

Antônia Fontenelle, com quem Felipe e o irmão Lucas estão em pé de guerra, pediu ao Ministério Público do Rio de Janeiro a retirada do livro de circulação. Ela criticou a brincadeira intitulada "casa, mata ou trepa" —na qual o leitor escolheria uma celebridade para cada ação.

"Esse livro foi lançado em 2017, em uma época em que eu falava muito palavrão no YouTube, fazia piadas de conotação sexual. Depois que o Lucas começou a fazer vídeos para crianças, o meu público começou a ter mais crianças. A gente criou um outro livrão com aquela página consertada", disse Felipe, explicando que a versão anterior do livro, com a brincadeira polêmica, foi recolhida das livrarias em 2018. Ele admite, no entanto, que algumas lojas mantiveram a primeira edição nas prateleiras.

Ele argumenta, ainda, que o livro está datado e que não tem vendas expressivas atualmente. "É uma venda residual, de fim de estoque."

A briga entre Antônia e os irmãos Felipe e Luccas Neto começou em junho, depois que a atriz fez uma publicação em que compilava trechos de vídeos da dupla e os associava a pedofilia. Os dois irmãos entraram com um processo na Justiça, pedindo indenização de R$ 200 mil. Depois, a apresentadora apoiou o movimento "Mães contra Felipe Neto".

Famosos