PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Prefiro não ver, diz Paulo Zulu sobre reprise de Laços de Família

Paulo Zulu em sua pousada de Santa Catarina, onde vive; Afastado da TV desde 2016, ex-modelo não descarta voltar a atuar  - Reprodução/Instagram/@paulozuluoficial
Paulo Zulu em sua pousada de Santa Catarina, onde vive; Afastado da TV desde 2016, ex-modelo não descarta voltar a atuar Imagem: Reprodução/Instagram/@paulozuluoficial

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/09/2020 11h14Atualizada em 21/09/2020 12h54

Há 20 anos, Paulo Zulu estreava como ator em "Laços de Família".

O modelo, que já tinha uma carreira bem-sucedida nas passarelas, fez algumas participações como figurante em novelas antes de ganhar seu primeiro papel, como o personal trainer Romeu, na obra de Manoel Carlos.

Hoje com 57 anos, Zulu lembra com carinho de sua vida na atuação, mas confessa que prefere não rever o trabalho, que está no ar no "Vale a Pena Ver de Novo", escolhendo observar apenas a reação do público.

"Minha preocupação era as pessoas diretamente ligadas à cena verem e gostarem, porque sou muito crítico. Se eu visse, ia querer gravar de novo para fazer melhor. O limite da perfeição não existe, está dentro da gente. (...) Vou ser sincero, ver agora não vai mudar a minha vida... Acho mais bacana ver a repercussão para as pessoas. A gente faz a obra para o público, não para a gente, então prefiro não ver. Como experiência mental, está guardada no canto do meu coração", contou ele em entrevista ao GShow.

O ex-modelo, que hoje administra uma pousada na Guarda do Embaú, em Santa Catarina, falou também do caminho até o convite para a novela, afirmando que, ao aceitar o trabalho, não pensou nas críticas sobre sua atuação, já que não tinha grandes expectativas de seguir a carreira na área.

"Tudo foi uma sequência preparatória, porque antes de fazer essa obra, que foi um convite maravilhoso do Manoel Carlos e do Ricardo Waddington, que queriam apostar em rostos novos, eu tinha feito participações em novelas anteriores. Quando tinha algum evento de moda, eles me convidavam. Pintou esse convite, fiz o teste, que com certeza não foi muito bom, porque eu não tinha experiência como ator, mas foi num nível que eles consideraram satisfatório para me colocar na novela", celebrou Zulu.

"Não me preocupei porque desde o começo deixei claro que era uma participação. Eu não sabia se ia ser isso que ia querer fazer da minha vida, não me coloquei essa pressão. Não há ninguém mais crítico do que o diretor, se ele gravou e gostou, é porque está bom, senão ia mandar repetir", afirmou.

Depois de Romeu, Zulu voltou a fazer pequenas participações em "Mulheres Apaixonadas" e "Totalmente Demais", que também estão no ar em reprises no Viva e na TV Globo, mas sempre com papeis relacionados ao universo da moda.

Além dos desafios na dramaturgia, ele também se aventurou no "Dança dos Famosos" do "Domingão do Faustão", em 2010. Segundo o ex-modelo, "Laços de Família" e o quadro de dança foram oportunidades para alavancar seus negócios no sul do Brasil, que mantém há 20 anos.

"Devo ter um carma muito positivo, porque a intenção era justamente alavancar. O Faustão também falava direto da pousada, me dava espaço para divulgar meu produto. São pessoas que gostavam de mim e me davam esse espaço por carinho", afirmou ele, que deixou a novela das 9 em 2000 sob o pretexto de abrir a pousada.

Apesar da vida tranquila ao lado da namorada Elaine Quisinski e dos filhos Patrick e Derek, de 18 e 16 anos, Zulu não descarta voltar à atuação caso receba um papel que lhe permita mostrar um lado alternativo de si mesmo, distante do rótulo de galã.

"Se pintasse um trabalho que pudesse mostrar mais atitude e menos galanteio, seria melhor. Meu laboratório de vida é diferente de como as pessoas me veem. Elas só me veem como o galã, mas posso fazer um personagem com mais atitude, mais energia. Se fosse o papel de um pescador ou um lutador, eu poderia fazer bem, porque estou acostumado com essa experiência", afirma o ex-modelo, que é faixa preta de jiu-jitsu e deu vida ao treinador Mestre Marcinho na cinebiografia do lutador José Aldo, "Mais Forte Que o Mundo".

Famosos