PUBLICIDADE
Topo

Wolf Maya se declara fã de Jojo Todynho e sugere programa na TV para ela

Wolf Maya, sobre Jojo Todynho: "Ela é espontânea, como era a Dercy Gonçalves" - Reprodução/Instagram
Wolf Maya, sobre Jojo Todynho: 'Ela é espontânea, como era a Dercy Gonçalves' Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em Santos

02/10/2020 10h30

Wolf Maya, ex-diretor no núcleo de dramaturgia da TV Globo, se declara fã de Jojo Todynho. Empolgado com a desenvoltura da peoa em "A Fazenda 12", ele a comparou com Dercy Gonçalves e sugeriu um programa nas tardes da Record TV comandado pela funkeira. "Vai arrebentar", previu.

Em uma live com a atriz Maria Zilda, ele confessou que está assistindo à "Fazenda" só por causa da cantora. "Eu estou adorando ver a Jojo Todynho. Ela é uma gordinha que faz um reality de quinta [categoria]. Mas ela é tão divertida... todo mundo no reality é igual, mas ela é diferente", disse Wolf, explicando à colega quem é Jojo.

"O que a gente quer da comunicação? Alguém que me passe alguma coisa diferente, que me excite, que me estimule. Tem que ter paciência, porque é muita coisa chata e tal [no reality], mas quando a Jojo Todynho aparece, me gritam, 'ela apareceu', e eu vou lá ver porque sou fã dela", contou o diretor e ator.

"Ela fala loucuras, parece a gente. Ela vale a pena. Aquela televisão [Record TV] deve fazer muita audiência com a Jojo. Se eu estivesse lá, [diria], 'pegue a Jojo Todynho e faça um programa da tarde com ela'. Com a classe C e D, ela vai arrebentar, falando sobre tudo, sobre música, comida, sexo. Ela é espontânea, como era a Eloísa Mafalda, como era a Elke Maravilha, como era a Dercy [Gonçalves]", sugeriu.

Ao falar sobre atores da nova geração, ele disse gostar muito de Bruna Marquezine, mas revelou uma mania da artista que não lhe agradava.

"A Bruna Marquezine vivia com o iPhone. Ela é viciada, nasceu com isso, e ficava pegando texto com ele. Mas quando chega no estúdio, eu dizia, 'meu amor, pega o iPhone e coloca na concavidade. Guarda guardadinho e vamos brincar de fazer telvisão'. Esse objeto não pode acompanhar nossa viagem. Eles morriam de vergonha de tirar o iPhone na minha frente", contou.