PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Record e Bacci vão pagar R$ 50 mil a acusado falsamente de assassinato

O apresentador Luiz Bacci, do "Cidade Alerta" - Reprodução/Instagram
O apresentador Luiz Bacci, do 'Cidade Alerta' Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

27/10/2020 10h03

A RecordTV e o apresentador Luiz Bacci, do "Cidade Alerta", foram condenados a pagar R$ 50 mil a um homem que foi acusado por reportagem do programa de abusar sexualmente da enteada e assassiná-la.

Posteriormente à exibição da matéria, ficou comprovado por laudo necroscópico que a criança morreu por causa de uma infecção pulmonar grave. O homem chegou a ser denunciado pelo Ministério Público, mas a Justiça rejeitou a denúncia.

A decisão da indenização veio da 4ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), que manteve, por unanimidade, a condenação original da juíza Melissa Bertolucci.

A relatora, a desembargadora Márcia Regina Dalla Déa Barone, apontou que a RecordTV e o apresentador excederam o direito à liberdade de informação ao conduzir a matéria se referindo ao autor como "monstro cruel" pela prática de violência contra a própria enteada.

Televisão