PUBLICIDADE
Topo

Famosos

TV: Acusado de matar ator de 'Chiquititas' tirou CPF no Mato Grosso do Sul

Paulo Cupertino Martins teria sido o autor dos disparos contra Rafael Miguel; ele era contra namoro da filha com o ator - Reprodução/Instagram
Paulo Cupertino Martins teria sido o autor dos disparos contra Rafael Miguel; ele era contra namoro da filha com o ator Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

28/10/2020 12h10Atualizada em 28/10/2020 14h02

Paulo Cupertino Matias teria tirado um novo CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) na cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, segundo informações da GloboNews.

Ele é acusado de por triplo homicídio duplamente qualificado e teria sido o autor dos disparos contra o ator Rafael Miguel, de 22 anos, que interpretou Paçoca na novela "Chiquititas'.

De acordo com as informações, ele esteve na cidade que faz fronteira com o Paraguai e foi na Receita Federal fazer o novo documento.

O órgão informou que o cadastro já está cancelado e investiga se houve alguma facilitação de algum funcionário para ele emitir o CPF.

RG no Paraná

Cupertino também tirou um RG (Registro Geral) em outro local.

Ontem, a Polícia Civil do Paraná confirmou o procedimento de nova emissão do documento feita pelo foragido no Posto do IIPR (Instituto de Identificação do Paraná) conveniado com a Prefeitura do município de Jataizinho.

O comerciante teria usado uma certidão no nome de outra pessoa.

"Como o indivíduo não tinha, até então, Registro Geral no Estado do Paraná, o sistema não tinha como detectar duplicidade de digitais", informou.

O delegado e diretor do IIPR Marcus Vinicius Michelotto disse que a investigação começou após uma denúncia feita pela Polícia Civil de São Paulo e que o novo RG já foi cancelado.

De acordo com informações divulgadas no "Boa Noite Paraná" da emissora local RPC, filiada da TV Globo, investigações revelam que a identidade foi feita entre junho e julho do ano passado, logo depois dos crimes cometidos pelo empresário.

O caso de 2019

Rafael Miguel e seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, Miriam Selma Miguel, de 50, foram assassinados em junho de 2019 em São Paulo.

Eles foram até a casa da namorada do ator do SBT, Isabela Tibcherani, de 18 anos, e foram baleados, por volta das 13h55 de domingo (9), na Estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, na zona sul da Capital.

O laudo apontou que Rafael levou sete dos 13 tiros. O sogro, Paulo Cupertino, teria sido o autor dos disparos.

No mesmo mês, a Justiça decretou a prisão temporária de Cupertino. Um ano depois, o mandado de prisão temporária dele foi convertido em preventiva.

Famosos