PUBLICIDADE
Topo

Músico neto de bilionário é encontrado morto em posição de ioga nos EUA

John Getty morreu no dia 20 de novembro  - Reprodução/Instagram
John Getty morreu no dia 20 de novembro Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

01/12/2020 09h35Atualizada em 01/12/2020 11h40

O músico John Getty foi encontrado morto no dia 20 de novembro em um quarto de um hotel luxuoso em San Antonio, no Texas, nos Estados Unidos.

Segundo documento policial obtido pelo jornal britânico "Daily Mail", John foi encontrado na posição padmasana — sentado com as pernas cruzadas e os pés para cima — e com olhos e bocas abertos.

Ele estava hospedado havia duas semanas no hotel. Os funcionários teriam chamado a polícia assim que perceberam que o músico não respondia os chamados.

John estava sentado na cama, apoiado por alguns travesseiros, de frente ao seu computador.

Para a polícia, não havia nenhum sinal de que um crime foi cometido no local. Familiares ainda aguardam uma autópsia no corpo do dele para descobrir as causas da morte.

A filha, Ivy Getty, fez uma homenagem ao pai pelas redes sociais.

"Meu pai foi incrível, o homem mais legal que já pousou neste planeta e eu serei para sempre a filha mais orgulhosa. Te amo tanto pai. A vida é cruel às vezes", escreveu.

Ele era neto do magnata Jean Paul Getty e um dos herdeiros da fortuna avaliada em 5 bilhões de dólares — cerca de R$ 26 bilhões.

O irmão de John, Andrew, morreu há seis anos após uma overdose acidental de drogas. E faz apenas dois meses que a mãe dele, Ann, morreu vítima de um ataque cardíaco

Ele era primo do empresário J. Paul Getty 3º, sequestrado em 1973 e cuja história inspirou o filme de 2017 "Todo o Dinheiro do Mundo".